sábado, 25 de maio de 2024

Antes da Titano: Fiat quase trouxe picape indiana ao Brasil

Picape era parceria com uma montadora indiana e seria fabricada na Argentina para ser vendida no Brasil em 2008

A Fiat lança esse ano a sua nova picape média, já batizada de Fiat Titano. É a primeira vez que a marca lança um produto para concorrer na mesma categoria de Toyota Hilux e Chevrolet S10. A Fiat, porém, já fez planos de entrar nesse segmento há 15 anos e com um produto indiano.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Em fevereiro de 2007 a marca chegou a divulgar que estava preparando sua fábrica em Córdoba, na Argentina, para produzir uma picape média em parceria com a indiana Tata Motors. A “Tata TL Sprint” já existia no mercado indiano e em um acordo comercial a Fiat faria pequenas modificações no projeto para lançá-lo no mercado latino.

Titano do passado

A história é até parecida com a Titano, que é um produto desenvolvido na China pela Changan em parceria com a Peugeot. Ela tem peças importadas e é montada no Uruguai, onde recebe a marca da Peugeot para o mercado argentino e chileno. E agora receberá a marca da Fiat para o mercado brasileiro.

Voltando à 2007, a Fiat e a Tata chegaram a divulgar que a picape derivada da Tata seria lançada no segundo semestre de 2008 com versões 4×2 e 4×4, além de opções com cabine simples e cabine dupla. Chegaria não apenas para concorrer com S10, Ranger e Hilux, mas também com a Amarok, que seria lançada meses depois.



Segundo as notícias da época, a Tata TL Sprint receberia novo nome e o motor 2.3, de 134cv, que a Fiat já usava na linha Ducato na época.

Curiosamente o plano agora é semelhante. A picape Titano não receberá o motor 1.9 que equipava a primeira versão da Peugeot Landtrek, mas sim um 2.2 diesel da Ducato atual.

Compra da Jeep deixou picape de lado

Na época a aliança com a indiana Tata também garantia que produtos Fiat fossem exportados para a Índia. A aliança durou até 2012, quando a marca italiana resolveu caminhar com suas próprias pernas no mercado indiano vendendo por lá o Punto.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Os planos globais, incluindo a picape que seria lançada aqui, foi deixada de lado porque o rumo mudou para a Fiat. No ano de 2009 a Fiat iniciou a aquisição da Chrysler (dona da Jeep e Dodge) e a partir daí a marca passou a traçar outros planos. A Toro foi um fruto desta fusão, embora não seja uma picape média.

Em 2021 a Fiat se juntou à Peugeot e foi criado o grupo Stellantis. A Fiat Titano é um dos produtos que as marcas começam a dividir a partir desta parceria. É também a primeira picape média da Fiat no Brasil.

Publicada originalmente em

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários