quinta-feira, 13 de junho de 2024

Brasil deve ganhar mais 2,5 mil eletropostos e chegar a 7 mil em 2024

Em dois anos, país sairá de 3 mil para 7 mil eletropostos e deve bater os 10 mil em 2025

Enquanto a eletrificação da frota cresce no país – a passos lentos, é verdade – donos de elétricos estão podendo contar mais com a infraestrutura. Estimativas da consultora Greener revelam que o Brasil deve encerrar 2024 com 6,8 mil estações de recarga para veículos elétricos em funcionamento. Serão 2,5 mil novas estações inauguradas ao longo do ano.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Até o fim de 2022 eram 2.955 eletropostos. Em agosto de 2023, o número chegou a 3,8 mil pontos de recarga. Assim, o país caminha para bater a meta da Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica (PNME), que indica que o Brasil terá 10 mil estações de recarga públicas e semipúblicas até 2025. As implantações estão sendo feitas por empresas como Raízen, BYD, ipiranga, Tupinambá, EZ Volt e Vibra.

Segundo a ABVE – Associação Brasileira do Veículo Elétrico, o aumento é impulsionado pela crescente aceitação da tecnologia na indústria automotiva nacional. E, principalmente, pelo consumo do público, que se sentem menos preocupados quanto ao abastecimento.

Os números comprovam. Abril de 2024 registrou o segundo melhor desempenho de eletrificados no Brasil. Foram 15.206 unidades vendidas, alta de 12% em relação a março de 24 e nada menos que 217% em relação a abril de 2023. A cada 100 carros vendidos no Brasil em abril, 7 foram eletrificados, um recorde.



Entre os eletrificados, os híbridos plug-in dominaram os números, alcançando 10.440 vendas, 70% de todos os eletrificados do país.

O estado de São Paulo liderou os emplacamentos, com cerca de 66% do total de eletrificados vendidos no Brasil em abril. Na sequência vêm Rio de Janeiro e o Distrito Federal.

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários