domingo, 21 de abril de 2024

Carro zero mais barato do Brasil já custa R$ 66 mil

Em três anos o preço dos carros mais baratos do Brasil praticamente dobrou e nos veículos houve apenas uma grande mudança: agora eles têm ar-condicionado.

Nem a redução do IPI segurou os preços do Renault Kwid e do Fiat Mobi, os carros mais baratos do país que mantêm este título nos últimos anos. No final de 2019 eles custavam R$ 34 mil e R$ 36 mil, respectivamente.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A constatação óbvia é que Kwid e Mobi dobraram de preço em apenas 3 anos. E que mudanças eles receberam? O Kwid passou por uma atualização no visual esse ano (facelift) que adicionou o farol de led na frente e uma pequena atualização no interior do veículo.

O Mobi recebeu para-lamas em plástico, ajustes na grade frontal. Ambos os veículos perderam a versão sem ar-condicionado.

O Kwid é o veículo mais barato a venda no país no momento. A versão mais básica está bem próxima dos R$ 66 mil. Já a versão mais básica do Fiat Mobi custa R$ 66.300.

O aumento do Kwid acontece dias após o governo anunciar novo corte na alíquota do IPI, que na prática não mudou muita coisa. Estima-se que para o cliente final a redução chegara a 0,6% do preço praticado em julho. No caso do Kwid não houve redução e sim um aumento de R$ 1.500.

Notícias relacionadas

- PUBLICIDADE -

nossos destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -spot_img