sábado, 25 de maio de 2024

Carros mais baratos? Veja quais veículos tiveram redução de preço em março de 2024

Algumas montadoras estão querendo deixar os modelos mais competitivos no preço. Veja algumas opções até R$ 160 mil que tiveram reajuste para baixo na tabela

Algumas marcas estão reduzindo os preços de seus veículos em uma estratégia para cercar a oferta de produtos chineses e também em uma tentativa de alavancar vendas de modelos que tiveram quedas nos últimos rankings de vendas. Veja quais veículos estão sendo vendidos com desconto em março de 2024:

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Caoa-Chery Tiggo 7 (R$ 134.990)

A marca fez uma boa redução de preços do Tiggo 7 em uma nova versão chamada Sport. O modelo é fabricado em Goiás e atualmente é vendido por R$ 134.990. É um preço muito bom, já que com este preço o veículo concorre com Fiat Pulse, Chevrolet Tracker e Hyundai Creta. A diferença é que o carro da Caoa-Chery tem muitos pontos mais relevantes e um acabamento superior a esses concorrentes. Também ficou mais barato que o Honda HR-V, um veículo muito procurado nas revendas da Honda.

O Tiggo 7 Sport tem 4,5m de comprimento. O motor é o 1.5 turbo, de 150cv com transmissão automática CVT de nove marchas. Tem bancos de couro com ajustes elétricos – inclusive para o passageiro da frente – rodas aro 18, faróis de LED, carregador por indução, painel digital e central multimídia.

Vale a pena? Neste preço e perto das opções da concorrência, é uma excelente opção.

Fiat Toro (R$ 146.990)

A Fiat reajustou bem o preço da picape Toro nos últimos meses. Agora a marca anuncia uma redução de R$ 6 mil na versão mais simples e de R$ 10 mil na versão Volcano, que tem mais requinte. A Toro faz parte de uma categoria em que a Fiat ficou por anos nadando sozinha e, quando a concorrência acordou, não enfrentou grande desgaste.

A Toro recebeu modificações recentes em seu visual. Agora todas as versões compartilham a mesma frente com a grade frontal mais aberta, como antes eram apenas as versões mais caras. Ainda assim, a Toro mais básica não é dos veículos mais interessantes. A versão Freedom, que agora custa R$ 156.990 oferece multimídia e itens estéticos mais interessantes. O motor das versões flex é sempre o mesmo, o 1.3 turbo.

Kia Stonic (R$ 124.990)

É híbrido, mas um híbrido leve. Para entender: o híbrido leve funciona mais como um substituto do alternador do que para mover o veículo de fato. Esse ponto é frisado por mim porque muitos entendem que estamos diante de um carro híbrido que economiza combustível, o que não é verdade. O Stonic tem consumo médio na casa dos 13 km/l (ele não é flex). Assim, ele fica em média semelhante aos seus concorrentes Nivus, Pulse e etc.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Porém vale destacar que o Stonic é um carro mais moderno e com acabamento mais interessante do que esses concorrentes. O motor é o 1.0 turbo que rende 118cv e ele é automático com 7 velocidades. O veículo é importado.

Com o preço abaixo de R$ 130 mil ele se torna uma bela opção frente a seus concorrentes. Ele tem bancos de couro, rodas de liga leve de 17 polegadas, seis airbags, multimídia, controlador automático de velocidade.

BYD Dolphin Mini (R$ 115 mil)

Esse é um dos responsáveis por dar uma mexida nos preços dos produtos nacionais. A BYD colocou no mercado um elétrico por R$ 115 mil, coisa impensável pouco tempo atrás. No entanto muita gente especulou que ele viria por menos de R$ 100 mil e isso gerou certa frustração.

O subcompacto custa R$ 115.800 e vem equipado com motor de 75 cv de potência e acessórios semelhantes ao que a marca já oferece no Dolphin. Se vale a pena comprar? Os elétricos ainda são novidade, você só precisa saber se está preparado para ter um elétrico. Leia nosso texto sobre o BYD Dolphin Mini.

E-Kwid (R$ 99.990,00)

Quem conseguiu baixar o preço para a casa dos R$ 100 mil foi a Renault, que hoje tem o E-Kwid como o elétrico mais barato do país. Foi claramente uma resposta às investidas da BYD que começou a vender muito o Dolphin.

O Renault Kwid E-Tech vem com motor elétrico que entrega 65 cavalos e torque que permite aceleração de 0 a 100 em apenas 4,1 segundos. O modelo tem autonomia de 185 quilômetros. Entre os itens de série, há controles de tração e estabilidade com assistente de partida em rampa, seis airbags, câmera de ré, sensores traseiros de estacionamento, monitoramento da pressão dos pneus, ar-condicionado, central multimídia e direção elétrica. Leia sobre o que falamos dele aqui.

Notícias relacionadas

- PUBLICIDADE -

nossos destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -spot_img