quinta-feira, 18 de julho de 2024

Fiat Doblo muda na Europa e ganha versão elétrica. Brasil pode ter o modelo em 2023

Stellantis conseguiu manter o projeto do novo carro em segredo até o seu anúncio. Novo Doblo será vendido na Europa e terá plataforma que veio da Peugeot

O grupo Stellantis confirmou a chegada da quarta geração do Fiat Doblò ao mercado. O carro será uma versão do atual Citroën Berlingo europeu e terá versões a combustão e elétrica e será fornecido inicialmente apenas para a Europa.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O novo Doblò é mais um caso de “rebadge” no grupo Stellantis, que tem como política aproveitar o mesmo modelo em suas diversas marcas. Explicamos isso aqui.

novo doblo

O novo Doblò aproveitará a plataforma K9 da Peugeot, que a empresa também utiliza para o Rifter e também para o Opel Combo. O Rifter substituiu o Partner na Europa.

Veja também:

Haverá versão utilitário à combustão, para transporte de cargas, que não possui janelas na parte de trás. E também a versão para passageiros, com ampla área envidraçada e movida a eletricidade.

novo doblo

Francês disfarçado de italiano

Como falei no início do texto, o novo Doblò nada mais é do que um rebadge do Citroën Berlingo. Ele tem versão elétrica e versões movidas à gasolina e diesel. Todas essas versões utilizam motores da Peugeot.

A versão elétrica terá motor com potência de 100kW, com 136 cavalos, bateria de 50kWh. É o mesmo conjunto do Peugeot 208 e-GT, já disponível no Brasil.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A Fiat já informou que essa versão terá até 280 km de autonomia para uma única carga e velocidade máxima de 130 km/h. A recarga em estações rápidas poderá ser feita em meia hora. Os preços ainda não foram divulgados.

A linha voltada ao trabalho é movida à combustíveis convencionais: há versão gasolina e versão diesel. A primeira recebe o motor 1.2 Puretech da Peugeot. Já o diesel recebe o motor 1.5 BlueHDI, outra criação da Peugeot.

Primeiro na Europa

Pela Europa o Doblò sempre fez muito sucesso na Itália e na Turquia. A Stellantis porém pretende que o carro fortaleça suas vendas em todo o continente. Para isso vai apostar em versões mais incrementadas, até com um teto panorâmico em vidro. O carro já está disponível aos italianos no site da marca.

nova Doblo terá teto panorâmico
novo doblo

O Doblò europeu atual estava na terceira geração e era fabricado na Turquia, onde a Fiat também tem boa presença. Agora o utilitário terá sua produção transferida para a planta da Stellantis em Vigo, na Espanha. A fábrica de Vigo era originalmente da Peugeot, antes da fusão com a Fiat que gerou a Stellantis.

interior do novo doblo

Brasil poderá ter

A chegada do novo Doblo ao Brasil é uma grande possibilidade. No ano passado o diário econômico argentino “Âmbito” revelou que a Stellantis prepara a antiga fábrica da Peugeot no país para fabricar sua linha de utilitários para a América do Sul.

Nos relatórios de uma auditoria que o jornal teve acesso existe a previsão de um novo modelo da Fiat em 2023 no continente e este modelo seria o novo Doblò.

Documento sobre a produção do Doblò vazou em jornal argentino. No destaque o Doblò de terceira geração, que está sendo aposentado (imagem: reprodução âmbito.com)

No Brasil o Doblò se despediu no ano passado, quando a Fiat fez uma limpa na linha e tirou também o Uno e o Grand Siena do mercado. O Doblò brasileiro ainda era da primeira geração, lançada em 2002 e que passou apenas por atualização visual até o seu encerramento. Em 2009 os italianos conheceram a segunda geração do carro e em 2014 a terceira, e essas duas nunca chegaram ao Brasil.

doblo terceira geração
Terceira geração do Fiat Doblò ainda é vendida na Turquia, mas nunca veio ao Brasil (foto: Fiat)

A quarta geração pode chegar ao Brasil em 2023, mas depende da Peugeot concretizar seus planos de trazer a plataforma do novo Berlingo para sua unidade Argentina, onde a nova família de carros seria produzida. No ano passado o resultado de uma auditoria apontou que trazer a nova família para a América do Sul seria viável.

Mudança nas fábricas

Em Vigo a Stellantis fabrica os utilitários da Peugeot, Citroën, Vauxhall, Opel e também modelos terceirizados pela Toyota, que não faz parte do grupo.

O que a Stellantis está fazendo é transformando suas fábricas pelo mundo em unidades direcionadas para classes específicas de veículos.

Assim como Vigo foi eleita para produzir os utilitários, a Stellantis já direcionou sua unidade na Polônia, que antes fabricava o Fiat 500, para produzir os novos veículos elétricos da marca. Com isso a Stellantis dá sentido ao processo de fusão das marcas, produzindo em escala muito maior e aumentando sua margem de lucro.

No Brasil também está acontecendo o mesmo movimento nas unidades do grupo. A fábrica de Porto Real, no interior do Rio de Janeiro, que originalmente produzia todos os carros de Peugeot e Citroën agora ficará responsável pelos utilitários do grupo. Em breve sairá de Porto Real o novo Fiat Scudo.

Notícias relacionadas

- PUBLICIDADE -

nossos destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -spot_img