terça-feira, 23 de abril de 2024

Dodge quase teve veículos da Chery em sua linha

Namoro entre as marcas começou em 2006 no México, mas troca de comando da Dodge encerrou o projeto.

Essa semana a Chery divulgou aos mexicanos que pretende em breve lançar sua linha de SUVs no país. Mas em 2006 a Dodge anunciou que pretendia lançar em mercados emergentes um novo carro compacto em parceria com a Chery.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O produto ao qual a Dodge se referia era o Chery Face, que chegou a ser vendido no Brasil e não fez sucesso. A parceria consistia em importar o modelo da China e estampar nele a marca “Dodge Breeze” (brisa, na tradução). Uma unidade chegou a ser flagrada em testes na época. Na calota está a marca da Dodge:

Leia também:
Chery anuncia chegada ao México com linha de SUVs e nome trocado

O Dodge Breeze seria oferecido inclusive em outros países latinos, só não havia confirmação se ele chegaria ao Brasil, porém era um cenário possível para a Dodge daquela época, que se via em uma situação financeira desconfortável. Um outro veículo estava em desenvolvimento pela Chery baseado no conceito Dodge Hornet e era exclusivo para o mercado norte-americano.



Dodge Hornet foi apresentado como conceito da Dodge para o mercado americano (foto: Simon Davidson/ Creative Commons)

Na época desta negociação a Dodge era uma marca do grupo que Daimler-Chrysler, envolvia a Mercedes-Benz e a Chrysler. As conversas se arrastaram por um longo tempo porque segundo a imprensa mexicana, a Daimler queria modificações no projeto do carro chinês.

O plano da Daimler era vender o Chery também no mercado norte-americano, segundo o site MotorAuthority. A parceria entre as empresas foi o resultado da busca da Daimler de uma opção de carro barato para vender nestes mercados.

Em 2008 os planos esfriaram quando a Daimler vendeu a Chrysler, que era a dona da marca Dodge. Agora somente como Chrysler e pertencendo à um grupo de investimento a empresa resolveu encerrar a parceria com a chinesa.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Não teve Dodge da Chery, mas outra chinesa conseguiu emplacar um veículo na marca. O Dodge Journey, que foi vendido no Brasil em sua versão anterior, agora é um clone do Trumpchi GS5, fabricado pela chinesa GAC.

Dodge Hyundai e Dodge Mitsubishi

A parceria da Dodge com outras empresas para fornecimento de carros é algo que se tornou comum nos últimos 20 anos. Além de seus conhecidos muscle cars, a Dodge comercializa também carros mais simples nos mercados da América do Norte. Entre 2015 e 2018 vendeu o Fiat Grand Siena rebatizado como Dodge Vision. O carro era fabricado no Brasil.

Também vendeu o Fiat Tipo atual, que é fabricado na Turquia, como Dodge Neon. Atualmente vende o Dodge Attitude, que é um sedã Mitsubishi fabricado na Tailândia.

Dodge Attitude na verdade é um Mitsubishi fabricado na Tailândia (foto: divulgação)

Uma curiosidade é que até 2013 o Dodge Attitude era o Hyundai Accent. Nessa época a Chrysler já estava se juntando à Fiat para formar o grupo FCA. A Hyundai tinha planos de atuar sozinha no mercado mexicano e pulou fora da parceria. Foi aí que o Attitude virou um Mitsubishi e isso pode ser um outro problema.

A Mitsubishi atualmente faz parte da aliança Renault-Nissan, que é concorrente direta da Stellantis, atual dona da Dodge. Há rumores do fim da parceria e uma nova aliança da marca com uma chinesa para garantir o Attitude no mercado mexicano.

Além do Attitude e do Journey, a linha da Dodge atual também possui o Challenger e o Durango, que ainda são fabricados pela própria empresa.

Publicada originalmente em

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários