terça-feira, 28 de maio de 2024

Enjoado com a cor do carro? BMW cria modelo que troca de cor em segundos

Ao toque de um botão, o BMW iX Flow deixa de ser branco e se torna um SUV preto. E vice-versa.

Como um camaleão, o BMW iX Flow se adapta às necessidades daquele mundo que se cansa rapidamente das mesmices. Quem não conhece alguém que se encantou com a cor de um modelo na retirada da concessionária e meses depois perdeu aquele brilho no olhar vendo o mesmo de sempre na garagem? Será que você mesmo já não se desiludiu com a falta de novidade?

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A BMW promete quebrar esse sentimento de monotonia ao apresentar o iX Flow, um carro que simplesmente troca de cores. Em segundos, ele pode sair do branco para o preto ou o contrário, com possibilidade de parar no meio do caminho, garantindo um cinza que devolva algum sentimento de atualidade aos donos. A novidade foi mostrada na abertura da CES (Consumer Electronics Show), nesta quarta (5), e deixou o público em Las Vegas de queixo caído.

Cor de carro ainda é um tabu, como já falamos. O conservadorismo cromático é uma realidade, e modelos multicoloridos como o Golf Harlequin não passam de aberrações para boa parte do público. Mesmo os carros com uma cor só, mas exóticas, são isso: exóticos. Por isso, a ideia da BMW pode ser uma quebra de paradigmas. Ainda que comece pelo mais sem graça da paleta de cores: o monocromático.

A tecnologia da BMW usa de princípios da eletricidade. A carroceria do modelo é um grande campo magnético, sendo o branco o pólo negativo e o preto, a carga positiva. Basta ao motorista dizer uma cor que ele quer que o sistema transforma o pedido em um comando elétrico e a mágica acontece em segundos.



Ainda está em testes. Não se sabe ainda como o campo magnético se comporta sob calor ou frio intensos. Também não está claro o que acontece com aqueles que vivem dando umas raladinhas por aí. Será que todo o sistema se desmonta ou apenas aquela peça deixa de funcionar? E a manutenção? Tem que trocar a peça inteira? O funileiro vai ter que fazer curso de eletricista e vice-versa? São muitas as dúvidas…

Carro que muda de cor: são muitas as possibilidades

Como toda tecnologia, o início será simples, binário, mas com promessa de evolução. A empresa ainda trabalha para colocar mais que duas cores no processo. Lá na frente, com o sistema bem maduro, você teria no painel um seletor de cores em código hexadecimal.

Daria pra sair de casa num carro cor fúcsia e voltar num zaffre. Os táxis poderiam criar código de cores, usando uma para os veículos livres. Os solteiros em busca de parceiros poderiam usar tons específicos, criando uma frota a la tinder.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A lista é grande. Torcedores do Palmeiras finalmente poderiam vender seus carros verdes (na maior parte do tempo) para os corintianos fanáticos que só desfilam em modelos brancos ou pretos. Mas também países de tradições rígidas poderiam proibir certas cores que não congreguem com a religião local, mas não queremos dar ideias…

Cena em “O Vingador do Futuro” deu a ideia

Em tempo, o código hexadecimal permite 16.777.216 tonalidades diferentes. Matematicamente, dá para usar uma cor única por dia durante 46 mil anos. Acho que seria o fim da mesmice…

Publicada originalmente em

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários