quinta-feira, 13 de junho de 2024

Estudo sugere que Suécia pode aposentar carro a gasolina em quatro anos

País planeja oficialmente a aposentadoria do motor a combustão para 2030, mas um estudo aponta que isso deveria acontecer bem antes.
XC40 elétrico
Volvo XC40 vendido no Brasil (Foto: Volvo/ divulgação)

Um estudo da Universidade de Tecnologia de Chalmers, na Suécia, mostra que a Suécia tem plenas condições e deveria abolir o carro convencional, com motor a combustão, até 2025. A antecipação seria necessária para que o país cumpra suas obrigações assumidas em zerar as emissões de gases na década de 2040.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A antecipação da aposentadoria dos veículos poluentes para cumprir a meta dos próximos vinte anos é relacionada tanto com a vida útil dos veículos que estão sendo vendidos agora quanto com a produção de baterias para os novos carros.

Compromisso para 2045

A questão apontada pela pesquisa desta universidade é que não basta ao país aposentar os carros antigos para cumprir seus compromissos. Também deve haver um maior empenho em reduzir a poluição gerada no comércio de baterias para veículos elétricos. “O resultado final em 2045 dependerá sobre quanto for melhorada a produção de baterias”, diz o estudo liderado por Johannes Morfeldt publicado no Transportation Research.

Se a venda de carros a combustíveis for encerrada em 2025, o estudo aponta que as emissões da frota já existente cairão dos atuais 14 milhões de toneladas de dióxido de carbono para algo entre 3 ou 5 milhões em 2045. Não por acaso, a Volvo será uma das primeiras fabricantes do planeta a aposentar os carros convencionais. Isso já acontece na Noruega e no Brasil, inclusive.



Sem um plano claro para desenvolver e recepcionar veículos elétricos, o Brasil parece que viverá por tabela a chegada das novas tecnologias. Nesse caso dos suecos o problema é que a venda de Volvos no Brasil é insignificante perto das vendas das outras montadoras. Leia aqui sobre os planos da Volvo para ampliar sua presença elétrica aqui no país

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários