sábado, 20 de julho de 2024

Existe Opel na América Latina? Perguntas e respostas sobre a marca alemã

O tema "Opel" costuma ser popular entre nossos leitores. Entenda porque a marca está distante do Brasil, mas já está presente nos nossos vizinhos latinos

A marca alemã Opel esteve sob domínio da norte-americana General Motors entre 1929 e 2017 e, por este motivo, sempre ficou longe da América do Sul. Afinal, a Chevrolet – do mesmo grupo – já estava com foco por aqui. Abaixo você lê perguntas e respostas sobre a montadora e sobre os países vizinhos onde a marca já está presente.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
Opel Corsa é vendido no Uruguai e no Chile (foto: Opel/ divulgação)

Com uma imensa crise financeira para resolver, a GM resolveu vender a Opel para a Peugeot, que mais tarde se fundiu com a Fiat e o grupo passou a se chamar Stellantis. Com isso, a América Latina passou a ser um território livre para a Opel.

Isso significa que teremos Opel no Brasil?

É possível, mas pouco provável em um médio prazo. É que o grupo Stellantis está focado no momento em desenvolver a marca de picapes RAM e aumentar a participação de mercado da dupla Peugeot e Citroën. Essas informações sobre prioridades foram divulgadas pela Stellantis logo após a sua criação, há dois anos. A Opel no Brasil não é o foco agora.

E por que a Opel é importante?

A Opel é muito querida por parte do público brasileiro que gosta de carro porque foi o braço da GM que desenvolveu sucessos para o nosso mercado. Corsa, Vectra e Astra eram carros da Opel que vieram para o Brasil com a marca Chevrolet. Você pode ler sobre isso aqui.



Na América Latina tem Opel?

A marca chegou em 2021 ao Uruguai através de importação. Além do Uruguai, a marca já está presente também no Chile, Equador e Colômbia.

Apenas no Chile e no Uruguai a marca vende o Corsa, que é uma nova versão totalmente diferente do modelo que rodou por aqui. Essa versão do Corsa utiliza a mesma plataforma do Peugeot 208 e é fabricado na Europa.

Um modelo que é comum em todos os quatro países que vendem Opel na América Latina é o Crossland (foto acima), um SUV compacto montado sobre a mesma plataforma do Corsa e que substituiu a Opel Meriva (uma versão mais recente da nossa Chevrolet Meriva) na Europa.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Outro SUV da Opel vendido nestes países é o Grandland (foto abaixo), que é um SUV médio da marca, posicionado acima do Crossland.

Os preços médios nos países vizinhos são: Corsa (US$ 20 mil), Crossland (US$ 30 mil), Grandland (US$ 40 mil).

Também são vendidos os utilitários Combo (uma versão do Peugeot Partner) e o Vivaro, uma van que é a versão da Opel da Citroën Jumpy. Ambos os veículos são rebadges dos projetos originais da Peugeot/Citroën.

A pergunta que você deve ter feito é: posso comprar o carro no Uruguai e trazer rodando para o Brasil? Não de forma simples, pois isso envolve um processo de importação para carros novos e você deverá recolher o imposto antes de entrar no território brasileiro. Esse imposto pode chegar até 80% do valor do preço do veículo.

Publicada originalmente em

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários