sexta-feira, 17 de maio de 2024

Guia de compra: carros usados até R$ 40 mil em maio

Fizemos uma lista com os carros usados de até R$ 40 mil que são considerados econômicos no consumo e na manutenção, além de ter boa saída de mercado.

Comprar um carro novo no Brasil está mais difícil do que nunca. O preço disparou, os mais baratos Mobi e Kwid custavam até o ano passado menos de R$ 40 mil e agora já passam dos R$ 50 mil. Foi um aumento absurdo mesmo! Role um pouco a página pra baixo para acompanhar a seleção de carros que fizemos.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O problema é que essa alta absurda também elevou o preço dos carros usados. TurboMercado, que constantemente monitora os preços nos sites de venda, constatou que alguns carros usados valorizaram até 20% de agosto de 2020 até aqui. É o caso do Fiat Argo, que sua versão 1.0, 2018, chegou a custar R$ 42 mil na tabela Fipe no final de 2019 e agora está em R$ 46 mil. Porém, nas lojas está sendo vendido a R$ 50 mil.

O que explica isso? A alta procura, que é a soma das pessoas que deixaram de comprar o carro zero para buscar um usado e também a explosão de pessoas que procuram carros desta faixa (usados “baratos” com poucos anos de uso) para usar em corridas de aplicativo.

Hoje resolvemos fazer uma lista de carros bons e econômicos, com média de seis anos de uso, e que ainda habitam a faixa máxima dos R$ 40 mil, em uma busca pelos sites de vendas:



Ford Ka (até 2018)

Esqueça a conversa que a aposentadoria do Ka e a saída da Ford do Brasil como montadora complicaram a situação do carro. O Ford Ka continua sendo uma boa opção de usado e com boa procura. É um carro econômico, tem algum conforto e versões com acessórios interessantes. Versões até 2018 podem ser encontradas com valores entre R$ 37 mil e R$ 40 mil e com quilometragem baixa.

Volkswagen Gol (até 2017)

O Gol é há anos o carro usado mais negociado no Brasil. Isso faz com que modelos usados não fiquem muito tempo disponíveis e pior: que ele seja negociado com valores muito acima da tabela. Em uma busca no site Webmotors encontramos versões entre 2014 e 2016 com valores abaixo de R$ 40 mil e com condições de uso muito boas (pelo menos nas fotos).

Fiat Uno (2019 e 2020)

O Uno é um carro a beira da aposentadoria e não é tão fácil de comprar um usado. Digo isso porque nos últimos anos o Uno foi deixado de lado pela Fiat e ele tem sido vendido mais para frotistas. É grande a chance de encontrar um Uno usado que passou por aventuras nas mãos de empresas e ainda é anunciado como sendo de “pouco uso”. Para um Uno usado, sugiro buscar a versão que adotou o motor do Argo por um tempo e depois foi descontinuada: a versão 1.0 com motor Firefly, vendida em 2019 e 2020. Encontramos boas opções por menos de R$ 40 mil.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
(Foto: reprodução/ Webmotors)

Renault Kwid e Fiat Mobi (2019)

Estão juntos na lista porque as observações sobre eles são muito semelhantes. São dois carros que tem boa procura, porém as versões mais baratas são verdadeiras pegadinhas: não tem ar-condicionado, direção elétrica ou vidro elétrico. No Kwid, essa versão pelada é o “Kwid Life”, fuja dele. No Mobi, ela é chamada “Mobi Easy”, fuja também. Outra observação é fugir das versões 2018 do Kwid, primeiro ano dele no mercado e que apresenta algumas dores de cabeça que foram corrigidas posteriormente pela Renault, como o sistema de freios.

O que sobrou? Renault Kwid 2019 nas versões Zen e Intense e Fiat Mobi 2019 na versão Drive (a única com o motor novo da Fiat).

(Foto: reprodução)

Chevrolet Onix (2016)

As versões mais novas que encontramos pelo teto de R$ 40 mil são de ano 2016, ainda da primeira versão do carro. O Onix é uma boa compra pelos mesmos motivos do Gol: tem mercado, tem peça sobrando no mercado, tem mão de obra fácil. E é difícil de encontrar também pelos mesmos motivos: vende bem e quem quer comprar vai logicamente nos melhores disponíveis. Sendo assim, requer muita pesquisa para não cair em furada.

Volkswagen Up (até 2017)

O Up está difícil de encontrar em versões mais recentes com preço abaixo de R$ 40 mil. Apesar de aposentado, o carro tem muita procura. Todas as versões são muito semelhantes, mas as versões anteriores com preço até R$ 40 mil não tem o bom acabamento das versões mais recentes, que custam em torno de R$ 50 mil. Fuja das versões 2 portas que foram vendidas em 2015 e 2016 e também dos “automatizados”. Se encontrar algum TSI em boas condições, ou qualquer outra versão com quilometragem até 60 mil km, abrace.

(Foto: reprodução/ Webmotors)

Toyota Etios (2014 e 2015)

O Etios não é dos carros mais bonitos, mas é um excelente carro. Porém o Etios usado tem preço salgado. As versões mais acessíveis e que realmente valem a compra (boa quilometragem e boa aparência interna e externa) são 2014 ou 2015. Encontramos na Webmotors um modelo 2014 que parece impecável, por R$ 37 mil. Ainda que o carro seja bom, pagar tal valor em um carro com sete anos de mercado ainda não nos parece um ótimo negócio.

(Foto: reprodução/ Webmotors)

Volkswagen Fox (2017)

Assim como o Up e o Gol, o irmão Fox também é uma boa escolha. É um carro em processo de aposentadoria e tem a grande vantagem do desenho ter mudado muito pouco no decorrer dos anos. A versão mais recente e mais acessível que encontramos foi a 2017. Bom carro em todas as suas versões.

Hyundai HB20 (2016) e Kia Picanto (2016)

(Foto: reprodução)

Não estamos doidos, nem é propaganda da marca. O Kia Picanto passa despercebido nas lojas e é um carro importado, o que espanta muita gente. Porém, o carro tem a mecânica e o mesmo motor do Hyundai HB20 (nacional), o que é um alento para sua manutenção.

Fizemos uma busca nos sites ICarros, Webmotors, OLX e Mercado Livre. O Hyundai HB20 mais justo que encontramos foi ano 2016, custando R$ 38 mil. Agrada, mas assim como falamos do Etios acima, está supervalorizado.

A nossa escolha em relacionar o Kia Picanto tem dois motivos: primeiro que os carros disponíveis nas vitrines virtuais parecem sempre estar muito mais conservados do que outros carros e segundo que o Picanto tem acessórios que poucos dos veículos acima têm. Por exemplo, ajuste dos bancos, controle de velocidade, controle de rádio no volante, sensor de estacionamento e etc.

Essa foi nossa seleção de maio de 2021. Se você ainda tem dúvidas ou encontrou outras opções que queira compartilhar conosco, comente abaixo ou mande uma mensagem para o nosso “Fale conosco“.

Publicada originalmente em

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários