sexta-feira, 17 de maio de 2024

O que se sabe sobre a nova Ford Maverick, a ‘Toro da Ford’

Ford Maverick está em fase de testes e deve ser produzida no México. A expectativa é que o produto faça parte do novo catálogo brasileiro da Ford.
Frente da Maverick na linha de produção, revelada pelo site Maverick Truck Club

A Ford não fabrica mais carros no Brasil, mas agora como importadora diz que vai elevar o patamar – e o preço – de seus produtos vendidos por aqui. O veículo que marcará essa mudança é o Ford Bronco, mas já estamos de olho no próximo possível lançamento: o Ford Maverick, nova picape compacta-média que só usa o nome do clássico Maverick que tem muitos fãs pelo Brasil.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A nova Maverick é uma resposta da Ford à Fiat Toro, ainda que com seis anos de atraso. A Toro foi desenvolvida no Brasil e atualmente é exportada para outros países emergentes. No México, por exemplo, a Fiat Toro é vendida como “Ram 1000”.

A Ford vai produzir a Maverick em Hermosillo, no México, país que tem acordo comercial para baratear a importação para o Brasil. A apresentação do modelo ao mercado deve acontecer no meio deste ano.

O que já se sabe?

Baseado no site especializado Ford Authority, publicamos agora tudo o que se sabe sobre este novo carro que por aqui é chamado no meio automotivo como a “Toro da Ford”.



A nova picape terá visual baseado na linha de picapes F-150, que hoje é o grande pilar de vendas da Ford pelo mundo. O carro será vendido apenas na configuração cabine dupla e com quatro portas, como a Fiat faz com a Toro atualmente. As medidas também serão semelhantes às da Toro, com cerca de 5 metros de comprimento.

Janela traseira da F150 deverá equipar a Maverick também (Foto: FordAuthority.com)

A parte frontal da picape, que vai desde o motor até a coluna atrás do motorista, tem dimensões semelhantes ao novo Bronco Sport. O nome “Maverick” estará estampado na traseira em letras grandes.

Na parte de trás da cabine a Maverick pode trazer um item exclusivo em relação à Toro: uma janela que pode ser aberta de forma elétrica pelo motorista. As F-150 já possuem dispositivo semelhante (foto ao lado), mas no Brasil nenhum modelo adotou essa solução ainda.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Unidades de teste flagradas nos Estados Unidos apontam que a Ford testa a Maverick com suspensão traseira por Eixo de Torção, que forma um conjunto traseiro entre as duas rodas, quando uma roda passa por um buraco, a outra também é impactada. Uma outra unidade foi flagrada com um sistema independente, que é um sistema mais caro e é semelhante ao que a Fiat usa na Toro atualmente.

O teste em duas opções de suspensão pode indicar que a Ford está tentando baratear o projeto, um sinal de que mercados como o nosso podem receber uma versão mais simplificada do projeto.

Interior da nova Maverick flagrado pelo site Ford Authority

Ainda de acordo com o Ford Authority, a picape deve oferecer o motor 1.5L Ecoboost Dragon de três cilindros e ainda o 2.0L Ecoboost 4 cilindros (os dois turbinados). Há possibilidade de uso do motor 2.0 aspirado para versões mais baratas. Todos os modelos serão automáticos com transmissão de 8 velocidades. Tração nas 4 rodas deve ser opcional.

Maverick camuflado em testes nos Estados Unidos (Foto: FordAuthority.com)

Maverick no Brasil

Segundo a imprensa especializada no assunto, o Brasil pode ser um dos primeiros mercados a receber a Maverick, justamente como um teste frente a Toro, que é uma das picapes mais vendidas por aqui.

Apesar dessa possibilidade, o relatório de resultados financeiros da Ford, publicado pelo site Ford Authority, aponta que o mercado sul-americano não é uma prioridade para a empresa, que acompanha atentamente o desempenho das vendas na Europa e na Ásia, mercados altamente competitivos e onde a Ford patina para conseguir protagonismo.

No entender da Ford, o objetivo é ser maior nestes mercados e na América do Sul atender consumidores com serviços conectados e com novos modelos, incluindo a linha elétrica, mas trazidos de outros mercados. Essa última frase, traduzida da maneira que foi escrita, dá margem até para questionamentos sobre o futuro da fábrica argentina da Ford (a única que sobrou na América do Sul), que hoje produz a Ranger e que se prepara para ser compartilhada com a Volks.

Frente da Maverick na linha de produção, revelada pelo site Maverick Truck Club

Publicada originalmente em

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários