domingo, 21 de abril de 2024

Oroch passa por mudanças para brigar entre as picapes líderes

Renault pretende atingir compradores de picapes pequenas e médias com o modelo renovado.

A Renault sempre tentou criar uma fama de descolada e “pau pra toda obra” para a Duster Oroch, que agora passa a se chamar apenas Oroch. Tentou, mas nunca conseguiu. O maior símbolo disso é o comercial da marca em 2016 em que a picape carregava um touro na caçamba, uma clara provocação à Fiat Toro.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Nesse nicho, enquanto a picape da Fiat vende 3 mil unidades em um mês, a Oroch vem entregando menos de 500 unidades por mês. A nova versão da picape traz motor turbo, desvincula o modelo da Duster e quer deixar essa fase para trás.

Visual renovado

A nova Oroch ganhou novo interior, de melhor acabamento. Agora (enfim!) todas as versões têm ar-condicionado. Sabe o que isso significa? Que a Duster deixará de integrar nossa lista dos últimos carros sem ar vendidos no Brasil.

Para diferenciar da Duster, a Renault criou um visual exclusivo para o interior da Oroch, mas ainda assim algumas peças comuns da Renault estão lá, como o volante que também equipa o Sandero de sempre.

Publicidade da Oroch antiga provocava a Toro e passava vergonha no ranking de vendas (imagem: reprodução)

A nova central multimídia escalou o painel e agora ela é sobressalente. Ficou bonita ali e o carro perdeu muito daquele visual simplório que carregava.

A Renault incrementou o carro com controles de tração e estabilidade, auxiliar de partida em rampa. Porém manteve apenas dois airbags.

Novo interior da Oroch (foto: Renault)

Motores, versões e preços

Deixamos para o final a grande estrela da picape que é o novo motor 1.3 turboflex com câmbio automático CVT. Essa combinação está na versão mais cara da Oroch e o consumo fica entre 7,4 km/l (etanol) e 10,5 km/l (gasolina) na cidade. As versões mais baratas continuam com o motor 1.6 aspirado com câmbio manual, exatamente como a Renault fez com a nova Duster.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A capacidade de carga é de 650 kg. Pelos ajustes da nova picape parece que a Renault quer que esse produto não concorra apenas com a Fiat Toro, mas também com o patamar que está abaixo dela.

O preço parte de R$ 105 mil (abril 2022), o que torna possível a picape concorrer com a Fiat Strada e a VW Saveiro. Já o motor 1.3 turbo permite que a picape atravesse também o caminho da Toro. O tempo dirá se a estratégia da Renault ampliará sua fatia nesse mercado ou se vai continuar sendo um produto sem uma posição definida.

O que tem em cada versão?

Versão Pro (R$ 105.800,00 em abril de 2022)
Motor 1.6 com câmbio manual. Tem ar-condicionado (uhul!), direção eletro-hidráulica, travas e vidros elétricos (dianteiros), airbag duplo, freios ABS, controle de estabilidade, controle de tração, assistente de partida em rampa.

Versão Intense (R$ 111.300,00 em abril de 2022)
Motor 1.6 com câmbio manual. Os mesmos itens da versão anterior e acrescenta roda de liga leve de 16″, central multimídia de 8 polegadas, vidros e retrovisores elétricos, sensor de ré, faróis de neblina, barras de teto, apoio de braço para o motorista.

Outsider (R$ 137.100,00 em abril de 2022)
Motor 1.3 turbo flex com câmbio automático. Possui os mesmos itens das versõs anteriores e adiciona ar-condicionado digital, sensor de chuva, detalhes cromados na grade frontal, santantônio, capota marítima, câmera de ré, faróis de milha, grade do vidro traseiro.

Notícias relacionadas

- PUBLICIDADE -

nossos destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -spot_img