domingo, 21 de abril de 2024

Os carrões que mexeram com a cabeça de Maradona

Diego Armando Maradona morreu deixando milhões de fãs desemparados com a perda de um dos maiores ídolos do esporte mundial. Além de amar o futebol, Maradona era um amante de carros de luxo. Com uma fortuna estimada em até US$ 500 milhões (R$ 2,6 bi), parte do patrimônio foi gasto em belíssimos modelos, dos mais variados.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Muitos dos modelos acompanharam a fase da vida do craque. Confira os principais carros de Diego Maradona.

6 – Porsche 924

Foi o primeiro carrão do craque. Maradona começou a se destacar no futebol muito cedo, aos 15 anos. Aos 19, já com contrato renovado e frequentando a seleção principal, ele se deu de presente um Porsche 924, um dos principais modelos da montadora de todos os tempos.

Foi o primeiro modelo da Porsche refrigerado a água, mas o motor 2.0 de 125 cavalos fez muito purista torcer o nariz e reclamar que ele tomava pau do Golf GTI. Maradona curtiu o carro por dois anos, até vendê-lo em 1982, quando se transferiu para o Barcelona.




5 – Scania 113H

A vida de Maradona foi marcada por polêmicas e situações incomuns. Pouco tempo depois da Copa de 1994, em que El Pibe foi pego no exame antidoping, ele decidiu comprar um caminhão para uso pessoal. O motivo? Ele queria não ser incomodado por jornalistas. Mas a medida chamou ainda mais a atenção.


4 – Renault Fuego GTA Max

Maradona vivia uma fase complicada. Em 1991 ele havia sido preso por posse de cocaína e estava na pior. Para marcar o momento, ele decidiu comprar um simplório Renault Fuego GTA Max. Ele ficou apenas um ano com o carro.

Em 2018, o modelo foi vendido por US$ 23 mil, o equivalente hoje a R$ 122 mil, valor inflado por causa da fama do primeiro dono. Apesar de simples, era um carro interessante. O coupé tinha motor 2.2 de 122 cavalos.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

3 – Rolls Royce Ghost

Em 2018, Maradona treinou uma equipe de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Foi lá que ele comprou um caríssimo Rolls Royce Ghost V12, de 570 cavalos. O modelo, na época, custava a partir de R$ 4 milhões, mas como Maradona adorava personalizar seus veículos, é bem provável que ele tenha gastado muito mais.


2 – BMW M4 Coupé

Foi a última aquisição de Maradona, já durante a pandemia e, portanto, poucos meses antes de sua morte. De fábrica ele é um 6 cilindros em linha de 431 cavalos. Mas Maradona incluiu sirenes de polícia. Como a lei argentina proíbe tal modificação, o carro do craque era um fora da lei, mas certamente ele pouco se importava com isso.


1 – Ferrari Testarossa

Mais uma mostra de como o carro representava o momento atual do camisa 10. O ano de 1986 foi o auge da carreira de Maradona. Foi quando ele ganhou o título mundial com a Argentina, arrebentando na Copa do México. Aos 25 anos, vivia o melhor momento também no Napoli.

Foi quando ele decidiu encomendar a icônica Ferrari Testarossa. Mas em vez da cor única Rosso Corsa, Maradona queria o modelo na cor preta, exceção que já havia sido feita para o ator Sylvester Stallone. O pedido foi atendido pela montadora e Maradona entrou para o seleto grupo que conseguiu trocar a cor do carro. Além dele e Stallone, Michael Jackson e Michael Jordan também compraram a Testarossa preta.

Publicada originalmente em

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários