terça-feira, 28 de maio de 2024

ConectCar ou Sem Parar? Qual tag de pedágio escolher? Analisamos as duas

Conto neste texto minha experiência com as duas principais tags de pagamento para veículos.

A Tag de pagamento no veículo já é um meio de pagamento bastante utilizado e muita gente que acessa o Turboway têm dúvida sobre qual delas, se ConectCar ou Sem Parar oferece mais facilidades. E veja que esse método de cobrança vai ganhar cada vez mais importância quando as praças de pedágio deixarem de existir.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

No último ano fiz uso de duas delas, Sem Parar e ConectCar, e apresento abaixo as impressões.

ConectCar ou Sem Parar? Cobrança automática está em todo o país (foto: EGR/ divulgação)

Sem Parar

A tag pioneira é a do Sem Parar, criada há 20 anos, e carrega a vantagem de ser aceita em mais locais. Além dos pedágios das rodovias, o Sem Parar está em quase todas as redes grandes de estacionamentos, o que inclui shoppings.

Usei o Sem Parar por anos e percebi a expansão para drive-thrus, como os da rede Mc Donalds e também em postos de combustíveis. Nesses dois casos a facilidade passou de um comodismo para uma diminuição de riscos no período de pandemia.



Porém no caso dos postos de combustíveis, uma frustração. Por várias vezes tentei utilizar o serviço e o monitor do serviço no posto mostrava um eterno “conectando”, até que o frentista vinha informar que o serviço parecia estar fora do ar.

O Sem Parar possui várias modalidades de uso. Há plano pré-pago, onde você carrega com créditos e há o plano mensal, que é debitado diretamente na conta bancária. Durante meu período de uso, optei pelo mensal e aí mora um grande problema. Primeiro que coloquei minha primeira tag com um agente em rodovia que prometeu taxa zero de adesão. Mas no primeiro mês ela foi cobrada.

Outra surpresa foi que depois de um determinado tempo a mensalidade passou a vir acompanhada de um serviço de “audiobook Skeelo”. Ao ligar para cancelar esse serviço a empresa diz que não pode cancelar porque ele “não é cobrado” e que ele aparece na fatura apenas para o consumidor saber que o serviço está incluído como um benefício. Mas na fatura o valor destacado é de R$ 9,90. No Reclame Aqui é possível ver que não fui apenas eu que reparei que a cobrança é indevida.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Por fim, o atendimento telefônico é outro ponto sofrível. Iniciei pagando R$ 9,90 na mensalidade e saí pagando R$ 33,90. No dia que decidi cancelar, liguei para o serviço de atendimento e quando clicava na opção cancelar ficava em uma fila de atendimento até cair a ligação. Para cancelar o serviço tive que fazer uma reclamação no site Consumidor.gov.br.

Pró: a empresa é empenhada em oferecer o serviço em vários locais e a rede está em expansão.

Contra: atendimento ruim, cobranças de serviços não solicitados.

Conectcar

A Conectcar é mais nova no mercado e também cobra mensalidade pelo serviço, mas tem várias parcerias que oferecem meses ou até anos de gratuidade na cobrança. Assinei o serviço em uma oferta em parceria com meu banco, com 36 meses de mensalidade grátis.

Os valores são mais baixos que o Sem Parar e compatíveis com outra concorrente, a Veloe, também mais nova no mercado.

Ao assinar o serviço recebi a tag em minha casa, via correios, e pelo menos nos primeiros meses a empresa cumpriu com o que ofereceu. Não cobrou mensalidades, só a taxa de adesão.

Nos pedágios o Conectcar é oferecido sempre onde está o Sem Parar, mas a empresa não está presente em todos os estacionamentos e também em serviços como drive thru, como a concorrente.

Estou completando meu primeiro ano no serviço e o único atendimento que precisei foi prestado corretamente. Liguei para tirar uma dúvida sobre a cobrança e recebi informações claras.

O serviço do Conectcar é cobrado adiantado. No meu caso, por exemplo, associei o cartão de crédito à tag porque essa era uma condição do banco para zerar a mensalidade. Toda vez que o meu crédito chega em R$ 30, a empresa debita R$ 50 na fatura para transformar em crédito. Na prática, os R$ 30 são da taxa de adesão.

Pró: atendimento, oferta de planos sem cobrança adicional para clientes do Itaú.

Contra: o serviço não é aceito em locais fora de rodovias onde o Sem Parar está há tempos.

Sem Parar vs Conectcar

Entre os serviços avaliados, nossa escolha foi pela Conectcar. Primeiro porque o atendimento do Sem Parar foi muito sofrível e não convenceu a explicação sobre a cobrança indevida do tal do audiobook.

Segundo porque a assinatura da Conectcar foi feita através de uma parceria bancária, o que garantiu uma economia mensal de pelo menos R$ 30.

Porém, veja abaixo que destacamos a existência de outros serviços. Em caso do nosso leitor não encontrar promoções para mensalidade grátis na Conectcar, sugiro testar o serviço do C6Bank. Porém para utilizar o C6tag é necessário abrir uma conta no C6Bank, o que pode ser um incômodo para algumas pessoas.

Outros serviços disponíveis

Sem Parar e Conectcar não são as únicas prestadoras deste tipo de serviço. Nossa avaliação acima é baseada nas duas empresas que utilizei nos últimos dois anos.

Mas há ainda a Veloe, que é uma empresa do mesmo grupo da Cielo. A Veloe pratica preços muito semelhantes à Conectcar e tem planos com mensalidade gratuita para clientes do Banco do Brasil e Bradesco (que são acionistas da Cielo).

Outra marca que lançou sua tag é o C6Bank e oferece mensalidade grátis aos usuários – que são correntistas do banco online. Tenho um amigo que faz uso da tag do C6 e ele diz estar muito satisfeito com o serviço. Volto a destacar que vale a pena ficar de olho nesta opção.

Há também o serviço da MoveMais, que também está presente em quase todas as rodovias, mas apresenta taxas mais caras ao motorista. No caso, a MoveMais cobra R$ 40 pela adesão e um valor sobre a recarga que varia de 5% a 10%, dependendo da opção do motorista.

Veja abaixo o resumo que fiz sobre as tags disponíveis no mercado, considerando os planos pós pagos:

AdesãoMensalidade
Sem PararSimEntre R$ 20 e R$ 33
ConectcarSim*Entre R$ 9,90 e R$ 17,90*
VeloeNãoEntre R$ 9,90 e R$ 18,90*
C6 TaggyNãoNão (só para correntistas)
MoveMaisSimcobra a recarga (5% a 10%)
* taxa é zerada para clientes de bancos parceiros
- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

4 comentários

Subscribe
Notificação de
guest
4 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários