sexta-feira, 17 de maio de 2024

Solução para carregar carros elétricos mais rápido pode vir do espaço

Projeto desenvolvido por universidade para a Estação Espacial Internacional deve ser o guia para os carregadores do futuro

Quando você se informa sobre um novo modelo elétrico e percebe que ele leva até 10 horas para ter as baterias carregadas, bate um desânimo? Pois esse é um desafio atual da indústria e a solução pode vir de um projeto da Nasa desenvolvido para a Estação Espacial Internacional.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A solução da Nasa ainda é difícil de ser implementada em postos comuns, mas está valendo ouro. É que as vendas de veículos elétricos em 2021 representaram 9% do total de vendas em todo planeta. As marcas estão em busca de um acessório assim.

O projeto da Agência Espacial Norte-Americana em conjunto com a Purdue University permite a carga completa de uma bateria em 5 minutos. O projeto foi desenvolvido para a Estação Espacial Internacional, mas nada impede que em um futuro próximo ele esteja na indústria automobilística.

O que a Nasa propõe é transferir uma carga muito grande para a bateria. Leigos dirão que isso é simples, mas a carga mais alta suportada atualmente é de 600 amperes (veja gráfico abaixo), apenas 1/4 do que os experimentos da Nasa conseguiram. O problema? Isso gera muito calor (muito mesmo) que poderia derreter o carregador, queimar o veículo, além dos riscos para quem está manuseando.



O gráfico abaixo dá uma boa noção do salto que representa o novo carregador desenvolvido para a estação espacial:

O que o produto desenvolvido pela Nasa faz é combinar a transferência de carga com um sistema de refrigeração controlado por um computador. Aí caberia aos fabricantes preparar uma bateria que receba tamanha carga de forma segura.

Segundo a agência, o que os pesquisadores fizeram foi bombear um líquido refrigerante no cabo de carregamento para capturar o calor enquanto a carga é transferida. “A passagem do fluxo sub-resfriado permite que a equipe de pesquisa forneça 4,6 vezes a corrente dos carregadores de veículos elétricos mais rápidos disponíveis no mercado hoje, removendo até 24,22 quilowatts de calor”, explica a NASA.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O sistema da Nasa aind seria muito caro para aplicação atual e ainda dependenderia de pessoas altamente capacitadas para operar. Portanto, a carga total de 5 minutos ainda vai levar um tempo até chegar ao eletroposto da esquina.

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

1 comentário

Subscribe
Notificação de
guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários