sábado, 25 de maio de 2024

Stellantis planeja híbrido e nova marca no Brasil. Veja os planos da empresa

Abarth chegará com versões mais potentes de carros da Fiat. Já a Citroën e a Peugeot terão toda a atenção da marca para subir no ranking de vendas.

Texto atualizado em 14/03/22

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A Stellantis vai trazer a marca Abarth para a América do Sul este ano e ainda lançar um automóvel híbrido no Brasil em 2025. A afirmação é do presidente da empresa na América do Sul, Antonio Filosa, à agência Reuters.

Atualmente a Stellantis oferece cinco marcas no Brasil (Fiat, Jeep, RAM, Peugeot e Citroën). A italiana Abarth trabalha criando variações esportivas de produtos da Fiat e seus produtos serão vendidos na rede da própria Fiat. Leia mais sobre ela aqui.

Abarth no Brasil

O lançamento da Abarth no Brasil foi confirmado pela Stellantis em 10/03 e o Pulse Abarth já foi apresentado no programa Big Brother Brasil no dia 13/03. Antonio Filosa havia dado pistas uma semana antes sobre a chegada da marca. “Você saberá ainda este ano. Começa com ‘A’, mas não é Alfa Romeo”, disse. Somente Abarth e Alfa Romeo têm o nome começado com ‘A’ no grupo Stellantis.

Versão Abarth do Fiat 500 participava de competições na Europa (foto: Abarth)

A Abarth trabalha na Europa vendendo variações mais potentes e esportivas de carros Fiat, como o Fiat 500. No Brasil, por exemplo, deve colocar o motor 1.3 turbo no Pulse, criando uma versão inédita e de baixo custo para a empresa. Poderíamos sonhar também com a volta de versões do Fiat 500 com motor turbo. Mas essa última hipótese é apenas devaneio nosso.

Abarth Pulse foi apresentado pela Fiat no programa Big Brother Brasil (foto: Fiat)

A marca Abarth já passou pelo Brasil na década passada, quando a Fiat vendeu o Fiat 500 Abarth por aqui, mas sem grande destaque. Na época a Fiat usou o nome Abarth como se fosse apenas uma versão do carro e não como uma marca independente.

Novos modelos

O executivo revela também que a empresa lançará 16 novos modelos na América do Sul. Sete seriam híbridos ou elétricos. Nessa conta estão o novo Citroën C3, versões híbridas dos Jeeps Renegade e Compass e um novo SUV da Fiat, maior que o Fiat Pulse.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
Citroen C3
Citroën C3 é novidade para 2022 no Brasil (foto: Citroen India)

Também esta semana a empresa apresentou seus planos para Estados Unidos e Europa, onde a maioria dos carros devem ser híbridos até 2030 (100% na Europa e 50% nos EUA). Para o Brasil, o foco da empresa neste momento é segurar a liderança da Fiat e da Jeep em seus segmentos e aumentar a participação de Citroën e Peugeot no mercado.

Sobre o carro híbrido, o próprio Filosa já disse no passado que o Brasil não estaria nos planos imediatos da Stellantis para um carro elétrico. Isso porque a empresa considera que o Etanol já é uma solução menos poluente e o Brasil possui uma grande cadeia deste tipo de combustível.

A solução que a marca parece buscar agora é de um veículo que combine etanol com eletricidade. Essa é uma solução que já é realidade na Toyota, por exemplo. Por enquanto a Stellantis não revela qual marca estaria por trás do desenvolvimento do carro híbrido no Brasil, mas os carros elétricos e híbridos da marca chegarão por aqui em 2025.

A Stellantis fechou 2021 com lucro de cerca de R$ 5 bilhões na América do Sul e detém uma fatia de 40% do mercado brasileiro.


* texto atualizado em 14/03/2022 para inclusão das informações sobre o Abarth Pulse.

Notícias relacionadas

- PUBLICIDADE -

nossos destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -spot_img