sábado, 20 de julho de 2024

Stellantis vai produzir motores híbridos e elétricos no Brasil

A Stellantis já se movimenta, de olho na eletrificação de sua frota no Brasil. Segundo o portal Autos Segredos, o conglomerado de Fiat e Peugeot já trabalha com datas para a produção de motores híbridos e elétricos no país. E o local escolhido será a atual fábrica de motores da Fiat em Betim/MG.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
Stellantis vai produzir motores híbridos
Stellantis vai produzir motores híbridos em Betim/MG

Segundo o Autos Segredos, os motores Firefly híbridos serão os primeiros a chegar ao Brasil, a partir de 2024. Na Europa, o motor híbrido já está presente na linha Compass e Renegade, adicionando 60 cavalos ao motor 1.3 Firefly turbo, a combustão.

Além da Jeep, no Brasil, espera-se que o motor abarque também modelos Fiat, Peugeot e Citröen, todas do grupo Stellantis. Com isso, é provável que a atual fábrica de motores em Porto Real/RJ, que atende apenas modelos Peugeot e Citröen, seja desativada em algum momento do processo, concentrando toda a produção em Betim.

A fábrica de Betim está em alta no grupo. Recentemente recebeu grandes investimentos para produzir os motores turbo que equipam a nova linha, incluindo a Nova Toro.



Motores elétricos

O segundo passo da Stellantis será produzir motores totalmente elétricos na unidade mineira. Eles devem sair da fábrica no final da década. Mas, ao mesmo tempo em que o Brasil começa a pensar em ter e produzir aqui carros elétricos, na Europa eles já começam a formar maioria nas fábricas.

Em 2030, a Fiat deixará de fabricar carros totalmente a combustão na Europa. A tendência é que aqui eles continuem em linha por mais de uma década, provando nosso atraso.

Enquanto os investimentos não chegam, o Brasil se contentará com modelos elétricos importados. Do grupo Stellantis, o primeiro modelo a chegar será o Fiat 500e, ainda este ano, certamente com preços quase proibitivos.

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários