quinta-feira, 13 de junho de 2024

Último Fusca fabricado na Alemanha alcança R$ 400 mil em leilão nos EUA

Diferentemente do Brasil, onde ele ficou até 1996, e do México, até 2003, o Fusca alemão durou menos

Os fãs de Fusca sabem que o modelo pode chegar a valores astronômicos, a depender do ano, da versão, do local da fabricação, ou de quem já o possuiu. Aqui temos, por exemplo, o Fusca Fafá e o Fusca Itamar. Outro modelo que possui alto valor de mercado é o chamado último Fusca fabricado na Alemanha. E são vários os motivos. Primeiramente, ele é de uma linha especial, com apenas 900 exemplares fabricados para marcar a despedida de sua terra natal.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Chamada de Edição Epílogo, o último Fusca fabricado na Alemanha é cheio de detalhes que o tornam único. O acabamento do painel incluía peças de madeira, únicos itens que não eram pretos em todo o modelo. O desenho de bancos era diferente de seus antecessores, lembrando Fuscas que rodaram por aqui nos últimos anos de produção. O motor era o 1.6L flat-four refrigerado a ar com injeção de combustível e transmissão manual de quatro velocidades. E o mais marcante: o Fusca era conversível.

Último Fusca fabricado na Alemanha

Outro motivo para ter alto valor de mercado ainda hoje é a idade do útimo Fusca fabricado na Alemanha. Diferentemente do México, onde o Fusca durou na linha de produção até 2003, e do Brasil, onde ele ficou até 1996, na Europa as coisas foram mais rápidas. O último Fusca fabricado na Alemanha saiu de linha em 1979.

Ele deixou a linha tão cedo na Alemanha por mais de uma razão. A primeira é que na Europa os projetos industriais costumam ter menor vida útil, sendo substituídos por modelos mais aperfeiçoados. A chegada do Golf, um carro muito mais moderno, nos anos 70, matou o pobre Fusquinha, lançado nos anos 30.



Outro motivo foi uma virada de chave na própria Volkswagen. Em busca de maior aceitação em mercados emergentes, ela transferiu para essas localidades alguns de seus projetos de sucesso. Coube ao México ser uma espécie de sede do Fusca, assim como coube ao Brasil ser referência da Kombi, por exemplo.

Além de México e Brasil, o Fusca perdurou mais tempo que na Alemanha em países como Irlanda, Tailândia, Indonésia e África do Sul, entre outros.

Último Fusca fabricado na Alemanha

Último Fusca fabricado na Alemanha é disputado a tapa em sites de leilões

Não é exagero dizer que as 900 unidades do último Fusca fabricado na Alemanha sejam disputadas a ‘socos e pontapés’ em sites de leilões. São muitos os interessados em ostentar esta relíquia na garagem. E quando aparece uma unidade muito preservada, os preços saem do controle.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

No dia 17 de janeiro de 2024, uma destas unidades foi leiloada por simplesmente US$ 82 mil, cerca de R$ 400 mil na conversão direta. Custou mais que um Audi RS5 zerinho, na faixa dos 79 mil dólares, ou que um Porsche 911 Carrera 4 ano 2017, na casa dos 80 mil dólares em solo americano.

Último Fusca fabricado na Alemanha

O Fusca em questão tem apenas 836 milhas rodadas, pouco mais de 1.300 quilômetros, uma raridade realmente. Foram 34 lances, muitos deles faltando menos de 3 minutos para a última batida de martelo. O feliz vencedor vai aumentar sua coleção de Volkswagen. Em fevereiro de 2023 ele já havia comprado em leilão uma Kombi Samba alemã 1961, pela bagatela de US$ 110 mil, cerca de R$ 540 mil. Este modelo de Kombi pode chegar a US$ 150 mil no mercado de colecionadores.

Publicada originalmente em

- PUBLICIDADE -

destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários