sábado, 20 de julho de 2024

Vendas ruins: veja quais são os carros mais vendidos em fevereiro

Fiat Strada retoma liderança em mês ruim. VW T-Cross passa o Renegade no ranking de SUVs, mas outros veículos da Volkswagen despencaram na lista por falta de produtos a pronta entrega.

Este foi o pior fevereiro de vendas de veículos nos últimos 15 anos no Brasil. O volume de carros emplacados segue em nível baixo devido à alta do preço dos veículos e também a falta de produtos nas lojas. Os dados do ranking são da Fenabrave.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Desde o início da pandemia de Covid19 os preços dos carros em todo o planeta estão em alta. Essa alta é motivada pela falta de produtos nas lojas já que as fábricas seguem com dificuldade para produzir e explicamos isso aqui. Como medida imediata, o governo brasileiro reduziu o imposto do carro zero, mas o efeito não deve ser expressivo neste momento.

Fiat Strada
Fiat Strada foi o carro mais vendido no Brasil em fevereiro (foto: Fiat)

Queda nas entregas de carros

Uma das marcas que enfrenta problemas para colocar produtos no mercado é a Volkswagen, que despencou no ranking de vendas e ficou na quinta posição. Modelos como o Virtus e o Polo sequer aparecem na lista dos 50 mais vendidos. Por outro lado, a empresa parece que segue fazendo um esforço para manter a produção do T-Cross, que agora encabeça a lista de SUVs mais vendidos do Brasil, desbancando o Renegade.

Ranking de vendas de veículos (Fevereiro/2022)
Veículo
Vendas/ mês
Fiat Strada
7314
Chevrolet Onix
6541
Hyundai HB20
6161
Volkswagen T-Cross
5118
Jeep Compass
4503
Chevrolet Onix Plus
4489
Fiat Argo
4321
Renault Kwid
4262
Hyundai Creta
4163
10º
Fiat Mobi
4162

Falando em Renegade: o grupo Stellantis, do qual pertencem Fiat, Jeep, Peugeot e Citroën, vinha mantendo um ritmo bom de entrega perto dos concorrentes durante a pandemia. O cenário já não é tão bom este ano.

Apesar de seguir líder isolada no ranking geral, alguns produtos da Stellantis perderam fôlego nas entregas de fevereiro.

O Jeep Renegade, por exemplo, caiu 15 posições no ranking. O carro teve nova versão lançada em fevereiro e registrou fila de mais de reserva de 10 mil unidades na pré-venda. Mesmo assim a empresa conseguiu entregar pouco mais de 2200 unidades no mês. A Jeep teve o maior tombo nos emplacamentos de fevereiro: queda de 26% em relação ao mês anterior.

No caso da Fiat, a empresa parece estar dando preferência para as vendas da Strada, que voltou à liderança, com pouco mais de 7300 unidades vendidas. Já o Pulse teve desempenho pífio e ficou na 24a posição, mas não por falta de vendas. O Pulse foi lançado em outubro do ano passado e na pré-venda teve mais de 9 mil unidades reservadas. Até hoje a Fiat não entregou todas essas unidades.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Fiat Siena: adeus em grande estilo

Ainda falando de Fiat, o Siena teve o maior número de emplacamentos dos últimos anos, levando o modelo para a 15a posição de mais vendidos. O carro saiu de linha em dezembro e a explicação é simples: a Fiat está entregando os últimos modelos produzidos. Ou seja, é a venda do que já estava em estoque, sem fila de espera.

Entre as marcas, a Chevrolet que passou boa parte da pandemia com dificuldade para entregar veículos, agora segue melhorando no ranking e está na segunda posição, mas ainda aquém dos patamares pré-pandemia.

Chery conquista mercado

A Caoa-Chery segue impulsionada na entrega dos Tiggos e foi a nona montadora do país em vendas. A empresa porém dispensou funcionários no mês passado porque também passa por dificuldades para encontrar peças para produzir seus carros.

Ranking venda por marcas (2/2022)
Marca
Vendas/ mês
Fiat
26414
Chevrolet
17432
Hyundai
13377
Toyota
13290
Volkswagen
11499
Renault
9151
Jeep
8355
Honda
4018
Caoa Chery
3241
10º
Nissan
2784

Ford ameaçada pela BMW

A Ford já nem aparece no ranking das 10 maiores marcas no país. Não vendeu nem mil veículos em fevereiro, sendo 769 unidades da Ranger, menos de um terço do que vendeu a concorrente Chevrolet S10.

Outros produtos da Ford: o Bronco vendeu 89 unidades, o Territory 64, a nova picape Maverick, 34 unidades, e o Mustang, 21.

Com esses números a marca já foi ultrapassada por Peugeot, Citroën e Mitsubishi. Agora está na 14a posição, com pouca margem sobre a BMW.

Outros destaques do ranking

  • Chevrolet e Toyota tiveram o maior crescimento em relação a janeiro: cada marca cresceu 33%.
  • O Caoa Chery Tiggo 7 ganhou 12 posições no ranking em relação a janeiro.
  • O Fiat Uno, que teve a produção encerrada em dezembro com uma série especial de 250 unidades, vendeu apenas 46 unidades em fevereiro. É a saideira.
  • A Chevrolet S10 recuperou mercado e chegou perto da concorrente Toyota Hilux nas vendas de fevereiro. Mas somando as vendas de janeiro ela ainda está bem longe da rival (5470 vs 2964).
  • Fiat Mobi e Renault Kwid seguem com números bem próximos no ranking e seguem entregando o mesmo volume dos últimos meses, mesmo eles custando quase o dobro do preço de 2 anos atrás.
  • O Jeep Commander, um carro de mais de R$ 215 mil, vende tanto quanto o Volkswagen Gol.

Notícias relacionadas

- PUBLICIDADE -

nossos destaques

comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -spot_img