domingo, 21 de abril de 2024

Americano cria Fusca elétrico que é recarregado na tomada de casa

Se a Volkswagen planeja criar um Fusca 100% elétrico em breve, ao registrar o nome e-Beatle no sistema de patentes europeu, um americano do Arizona parece ter se adiantado. Ele usou um Fusca 1979 e criou uma versão elétrica totalmente caseira.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
Sai o motor Volkswagen e entra um elétrico da General Electric

O carro está longe de ser original. Fabricado na Alemanha na cor vermelha, recebeu repintura em branco. Os estofamentos dos bancos e das portas foram refeitos com um ar mais moderno. Mesmo a capota do conversível não é original. O teto foi cortado pelo dono.

Mas o que chama a atenção mesmo é o motor. Esqueça a regulagem do carburador, do cheiro de combustível no interior e do clássico barulho do motor boxer. Este recebeu um motor da General Electric de 9 polegadas e 90 volts, e mais 10 baterias, que ficam espalhadas na frente e atrás do carro. O câmbio é manual de 4 velocidades. Ao abrir a tampa do abastecimento, em vez do bocal para receber combustível, uma singela tomada 110v que pode ser ligada na parede de casa.

É só ligar na tomada de casa. Mas a autonomia dele não é grande coisa.

Segundo o dono, as baterias têm seis meses de uso e a autonomia do carro é de apenas 90 quilômetros. Ainda assim, ele atinge 100 km/h na estrada.

Curiosamente, o veículo ainda pinga óleo e faz um pequeno barulho durante a locomoção. A causa é o transeixo, que foi mantido no carro, na conversão. A peça é presente em veículos com tração traseira e requer óleo para funcionar e transmitir movimento para as rodas.

Pode mexer, mas o DNA do Fusca está lá: ele pinga óleo

Depois de criar a versão, o dono tentou leiloar o veículo, mas não conseguiu o valor mínimo em um site pela internet, no fim de agosto. O lance mais alto foi de 7,1 mil dólares, cerca de R$ 37 mil.

Outros elétricos caseiros

Carros convertidos a elétricos são cada vez mais comuns, a medida em que as peças vão ficando mais acessíveis no mercado. Recentemente, um argentino antecipou a Renault e criou uma versão elétrica caseira do Kwid.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES