terça-feira, 28 de maio de 2024

Aurus Komendant: a resposta russa para a debandada de marcas

SUV de alto luxo deve chegar ao mercado em 2023 e suprir demanda deixada por fabricantes.

A Rússia encontrou uma forma de contra-atacar a fuga em massa de fabricantes de carros, que decidiram deixar o país após o início da guerra com a Ucrânia. O caso mais notável foi o da Renault, que chegou a devolver a Lada ao governo russo por míseros centavos. Além dela, a Volkswagen também desistiu de operar no país, assim como uma série de marcas de luxo.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
Aurus Komendant

Como a decisão das montadoras foi mais política do que mercadológica, uma série de compradores ‘órfãos’ se formou no país. E assim, como se ainda fosse a velha e grande União Soviética, o governo Putin decidiu intervir e usar o poder do estado para resolver demandas de consumo. Os russos estão desenvolvendo o Aurus Komendant, um SUV de luxo comparável a Bentleys e Rolls-Royces.

A Aurus Motors é uma empresa de carros russa criada em 2018 com forte apego governamental. O nome Komendant já diz tudo: significa comandante, em russo. Um patriotismo evidente, como quase tudo que vem saindo do país ultimamente.

Mas como é o Aurus Komendant? Vem aí um baita carro. Tanto em tamanho como em conteúdo. Ele mede 5,38 metros e pesa 3,3 toneladas. Para comparação, uma Fiat Toro mede 4,9 metros e pesa 1,6 toneladas.

Abaixo do capô, um generoso motor V8 de 4.4 litro e mais um motor elétrico de 67 cavalos. Juntos, entregam excelentes 600 cavalos. Segundo a fabricante, ele faz de 0 a 100 km/h em 6 segundos.

Um carro assim não é barato, é claro. Quando chegar ao mercado, em 2023, irá custar 34 milhões de rublos, cerca de R$ 3 milhões. O Komendant será feito na antiga fábrica da Ford no Tartaristão, onde até 2019 era montado o Ford Explorer para o mercado local.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES