quinta-feira, 13 de junho de 2024

Como é o documentário Senna por Ayrton, do Globoplay?

Documentário é feito apenas com registros da época do piloto em vida e é amarrado com entrevistas do próprio piloto

Senna por Ayrton é um documentário que conta a história do piloto Ayrton Senna do ponto de vista do próprio piloto utilizando diversas horas de gravação feitas com o piloto pela TV Globo, certamente dona do maior acervo sobre o piloto. Turboway assistiu o documentário. Veja abaixo as impressões.

Para quem viveu os anos 80 e 90 o documentário é um resgate de imagens da memória. Para quem nasceu depois disso é uma grande chance de acompanhar como Senna virou um ídolo nacional. Também é uma oportunidade de ver como a Fórmula 1 mudou nestes 30 anos. Nas primeiras cenas, onde Senna faz testes em suas primeiras equipes na categoria, há mecânicos sem camisa mexendo no carro. Imagine isso hoje em dia.

Para quem gosta de carros como nós, é uma oportunidade de ver cenas curiosas, como Senna e o cantor Roberto Carlos batendo papo a bordo de um Escort XR3 conversível. A cena foi gravada em 1988, após Senna conquistar seu primeiro título. O Escort é um figurante e o bate papo acontece em uma simulação tosca de uma pilotagem do carro pelo cantor.

- Publicidade -

Além do Escort, Senna também é visto entrando em um Ford Del Rey Belina. Época em que pilotos de F1 usavam os carros que estavam disponíveis por aqui. Afinal até 1990 era proibida a importação de carros e a Ford era patrocinadora de Senna naquele tempo. Depois, na Mclaren, Senna passou a pilotar um Honda NSX (falamos dele aqui).

Entre as máquinas que Senna pilotou nas pistas, o doc mostra de forma curta o início de Senna na Toleman, equipe pequena que posteriormente foi comprada pela Benetton. A vaga da Toleman hoje é ocupada pela Alpine.

Rivalidades históricas

Senna foi em 1985 para a Lotus e aí começa a história vitoriosa de Senna. Os registros da época mostram Ayrton como de fato ele era: agressivo na pista, o que conferia muitos inimigos. Alguns o rotulavam como irresponsável ao volante. Um dos embates com Senna na época foi com o também brasileiro Nelson Piquet, iniciando uma inimizade que perdurou. Essa relação foi comentada pelo próprio Senna no Roda Viva, da TV Cultura:

Na pista a grande rivalidade aconteceu em 1987 e 1988. Em 87 Piquet foi o campeão e 88 Senna.

A grande rivalidade de Senna foi com Alain Prost, que gerou uma série de episódios polêmicos dentro da pista. Um grande pepino para a Mclaren, que na época tinha os dois pilotos na mesma equipe. Esses embates acabaram em dois acidentes em pista, em 89 favorecendo Prost e em 90 favorecendo Senna. Os pilotos se acusaram mutuamente por estes acidentes.

A rivalidade e um possível favoritismo da equipe para Senna acabou com a saída de Prost da equipe. O segundo episódio do documentário foca nos embates de Senna com Prost, Mansell e Schumacher. Senna foi tricampeão de F1, em 1988, 1990 e 1991. Prost foi campeão por quatro vezes: 1985, 1986, 1989 e 1993.

Último episódio foca em 94

O último episódio conta o período entre 91 e 94, quando Senna enfrentou muitos problemas na F1 com o carro da Mclaren. Também mostra a rivalidade de Senna com Prost enquanto estavam em equipes diferentes.

A temporada de 94, ano em que Senna morreu, começa a ser contada nos últimos 15 minutos do último episódio. Na temporada de 94 Senna estava na Willians e a F1 havia mudado suas regras sobre o carro. Naquele ano o grande rival de Senna era o alemão Michael Schumacher, mas isso não é bem marcado no documentário. Uma pena.

Uma das reportagens épicas daquele ano, ainda sobre a expectativa para as primeiras corridas, foi feita pelo repórter Ernesto Paglia. Essa reportagem tem trechos no documentário, mas você pode assisti-la íntegra aqui.

Uma das grandes cenas do documentário está em uma reportagem de Roberto Cabrini daquele ano. Mostra uma conversa entre Senna, Frank Willians – o dono da equipe – e os técnicos de pneus da Willians. Senna reclama muito do carro e Frank diz: “se Ayrton sofrer um acidente, você estará em um grande problema”.

Registro histórico

O grande trunfo de “Senna por Ayrton” é o acervo da TV Globo sobre o piloto. Foram tantas entrevistas e gravações com o piloto que foi possível construir um documentário dividido em três episódios em que o próprio Ayrton conta sua história.

As gravações incluem depoimentos da época dos pais de Senna e entrevistas que parecem cenas premonitórias, onde se fala a preocupação com a morte e o próprio Senna muito preocupado com o futuro. Impressiona se você não pensar que Ayton Senna era um piloto de uma categoria que anda acima dos 300 km/h e que só nos últimos anos tem apresentado carros de fato seguros e que têm resistido a acidentes impressionantes.

Ayrton por Senna é um registro histórico montado com arquivos da época. Vale a pena assistir, ainda que faltem no documentário alguns episódios polêmicos de Senna, talvez por não haver registro em que ele próprio faça comentários. Também faltou uma melhor construção do dia da morte de Senna, resumindo o dia 01/05/1994 em apenas alguns flashs. Porém como homenagem à vida do piloto, o doc funciona muito bem.

Onde assistir Senna por Ayrton?

Globoplay, serviço de streaming pago da TV Globo. Três episódios.

- Publlcidade -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

últimas da f1