terça-feira, 28 de maio de 2024

Confira os lançamentos mais aguardados de 2021

Depois de um ano turbulento para o mercado automotivo brasileiro, 2021 começa com uma expectativa por dias melhores. Praticamente todas as montadoras têm planos de lançamento para este ano, seja em projetos mais simples, como importações, atualizações de motor/câmbio e facelifts, ou os complexos modelos projetados do zero.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O Turboway separou os principais lançamentos para o país.

Caoa Chery

Tiggo 2 – O modelo acompanhará a atualização já presente na China. A principal mudança vai ser na dianteira, que terá faróis divididos em duas partes, e uma grade maior. A mecânica será renovada, com a chegada dos motores turbo e câmbio CVT. Lançamento previsto para o primeiro semestre de 2021.

Tiggo 2 terá conjunto ótico frontal em duas camadas e nova grade, que recebeu nova identidade da marca – foto: divulgação/Chery

Exeed TX – Nova marca da Chery, a Exeed aposta em modelos de alto padrão para rivalizar com Volvo, Audi e Mercedes, mas custando bem menos. O primeiro modelo a sair da fábrica de Anápolis-GO deve ser o TX, com previsão de lançamento para este ano ainda.

Chevrolet

Equinox – Uma nova versão foi lançada na China em setembro de 2020, mas o modelo que virá ao Brasil será baseado no americano, ainda não divulgado, mas que deve seguir a linha da Blazer americana. Sem data certa, virá via México.

Nova Spin – Ainda sem data, deve ser um carro totalmente diferente da versão atual. Terá estilo baseado no Chevrolet Orlando, presente na China desde 2019. Será montado na mesma plataforma no Novo Tracker e Novo Onix e está no pacotão de investimentos prometido pela General Motors.

Nova Montana – Também entra no pacote de promessas de R$ 10 bi da GM. A picape deve mirar na rival Fiat Toro, tendo o mesmo porte e estrutura em monobloco. Vai continuar sendo a picape logo abaixo da S10, mas maior que a atual Montana.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Citroën

C3 Sporty – marcará a inversão de papeis dentro do grupo PSA. A Citröen passará a ser uma marca abaixo da Peugeot, com modelos mais baratos. O C3 Sporty é um projeto indiano de SUV compacto que mira um novo filão de marcado, já enxergado pela Nissan, que vai lançar o Magnite por aqui em 2022, em substituição ao March. O compacto da Citröen deve chegar no final de 2021.

Fiat

Strada, Cronos e Argo CVT – Depois de aposentar o câmbio dualogic – ou GSR – a Fiat enfim vai utilizar o câmbio CVT em seus veículos. É uma solução mais eficiente que o câmbio automático e tem trocas de marchas mais suaves que o antigo Dualogic da Fiat. A primeira a trazer o novo equipamento deve ser a Strada, seguida do Argo e do novo SUV da Fiat.

Novo SUV da família Argo – Os carros de teste do projeto (mulas) já vêm sendo flagradas há meses e a previsão é que o carro chegue ainda neste primeiro semestre. O veículo vai estrear o motor 1.0 turbo firefly da Fiat no Brasil e deve ter dimensões muito próximas ao do Argo, porém mais alto. O preço deve ficar acima das versões mais caras do Argo e abaixo das versões mais baratas do Renegade (entre R$ 80 e R$ 90 mil).

Facelift da Fiat Toro – Cinco anos após sua estreia, a Toro terá frente e interior redesenhados ainda no primeiro semestre deste ano para ser lançada como linha 2022. A expectativa é que a nova Toro traga equipamentos ainda inéditos na linha Fiat, como assistente de frenagem e detector de faixa. Também especula-se que o interior será mais próximo ao das picapes da RAM, já que a Toro é vendida fora do país com o nome RAM 1000. O que já é certo é que a picape vai estrear o motor 1.3 turbo.

500 elétrico – O compacto da Fiat volta ao Brasil após quase 4 anos das últimas novidades chegarem do México (ainda na versão flex). O modelo elétrico conta com uma porta suicida e já roda na Europa, onde custa cerca de R$ 200 mil. A previsão é que chegue ao Brasil no meio do ano.

Ford

Uma das novidades da Ford para o ano, o Bronco será mais um disputando o segmento de SUVs médios no país – foto: divulgação/Ford

Ford Bronco Sport – um dos primeiros lançamentos de impacto em 2021. Deve chegar no mais tardar em fevereiro. Segundo a página @stagecwb, 50 unidades inclusive já foram emplacadas na Bahia. Chega para preencher um buraco na Ford – o de modelos entre R$ 120 mil e R$ 170 mil – entre a EcoSport topo de linha e o Territory de entrada.

Maverick – A picape será mais uma a rivalizar com a Fiat Toro. Deve ganhar elementos do Bronco e outros do Transit. Num primeiro momento deverá ser importada sem taxações do México e posteriormente poderá ser nacionalizada.

Novo Ford EcoSport – Deve chegar no fim de 2021, já como modelo 2022. É provável que marque uma nova era para o modelo, que inaugurou o segmento de SUV compacto no Brasil. É possível que perca um pouco do tamanho, pendendo mais para o lado crossover. O projeto não sofreu tanto com a pandemia e segue em desenvolvimento.

Ford Escape Hybrid – Ainda sem data para estreia, é um modelo SUV médio montado sobre a plataforma do Focus, que não está mais entre nós. A versão que virá ao Brasil é a híbrida, que já está sendo vendida na Argentina, onde ele foi posicionado para enfrentar o Toyota RAV4 com preço na casa dos R$ 200 mil. A versão vendida na Argentina é fabricada nos Estados Unidos. Em outros mercados, como o chinês e o europeu, o Ford Escape é chamado de Ford Kuga.

Ford Transit – O furgão da Ford volta ao Brasil após 7 anos de ausência. A diferença é que na última passagem por aqui ela vinha da Turquia e agora será será produzida na China e montada no Uruguai por uma empresa licenciada pela Ford chamada Nordex, segundo o jornal argentino Ámbito Financiero.

Honda


City – deve ser a nova menina dos olhos da Honda, já que o City deverá absorver os públicos de Honda Civic e Honda Fit. O Fit deve continuar em poucos mercados do mundo e o Civic só deverá ser importado daqui para frente, com um preço muito maior. O City deverá ter versões sedã e hatch, abarcando os dois públicos. Há uma chance de chegar ainda no fim de 2021.

Fit Crosstar – O Fit como conhecemos deverá sair de linha. No lugar, a Honda deve lançar o Fit Crosstar, que deverá substituir o WR-V e atuar num segmento mais aventureiro. Há chance de chegar até o fim do ano.

Hyundai

Creta – A Hyundai trata como prioridade a nova geração da Creta, que deve chegar no segundo semestre. A principal hipótese é que o modelo ganhará farois bipartidos e grade maior na dianteira, preservando o design chamativo, DNA do Creta.

Jeep

Renegade Turbo – Assim como a prima Fiat Toro, o Jeep Renegade que é montado na mesma fábrica em Pernambuco também receberá o motor 1.3 turbo da FCA, aposentando o 1.8 ETorq, que um dia já equipou até o Fiat Punto.

Renegade híbrido – Uma versão híbrida (motor elétrico em conjunto com um motor 1.3 a gasolina) pode chegar ao Brasil ainda este ano. O veículo não terá fabricação no Brasil e poucas unidades devem ser importadas da Europa, que já conhece o modelo desde 2019. A previsão era que unidades do Renegade híbrido estariam no Brasil no ano passado, mas a Covid adiou os planos.

Jeep de 7 lugares – O veículo que será posicionado acima do Compass de cinco lugares já roda em testes há meses pelo país, mas ainda não teve o nome revelado. Será o primeiro veículo deste porte fabricado no Brasil pelo grupo FCA e deve ter o motor 1.3 turbo.

Em dezembro, o Turboway flagrou o novo Compass de 7 lugares na Rodovia Ayrton Senna – foto: Lucas de Siqueira / Turboway

Nissan

Facelift do Kicks – A previsão é que o novo Kicks chegue ainda no primeiro trimestre de 2021. O modelo já foi lançado no mercado asiático e americano (via México) e está pronto para desembarcar por aqui. As mudanças, no entanto, devem ser pequenas. Será apenas um facelift frontal. A traseira, o interior e a motorização estarão mantidas.

Peugeot


3008 – Chega à Europa agora no começo do ano e a previsão é que venha ao Brasil no segundo semestre. O novo 3008 ganha nova aparência, melhor acabamento interno e equipamentos, como nova central multimídia e melhoria no sistema semiautônomo.

Renault


Renault Captur – Previsto para junho de 2021, o novo Captur chega para acabar com um problema criado pela própria Renault. Ela atualizou o Duster e ‘esqueceu’ do irmão maior Captur. O novo francês deve enfim receber o motor 1.3 TCe, tido como moderno e econômico e desenvolvido em parceria, nada menos, do que com a Mercedes-Benz.

Toyota


Corolla Cross – já preocupada com o menor interesse pelos sedãs, a Toyota aposta no novo Corolla Cross para melhorar nas vendas. O SUV médio chega ainda no primeiro trimestre de 2021 e, de cara, deve entrar na briga contra o novato Volkswagen Taos. O modelo japonês é produzido pela planta da Toyota em Sorocaba.

Facelift do Yaris – Sem novidade mecânica, o modelo deve ganhar uma atualização visual para ter uma sobrevida no mercado. Já lançado no mercado asiático, deve chegar por aqui ainda no primeiro semestre. É possível que aposente o Etios. Um indício é que o Yaris foi registrado na Argentina com rodas de aço e calotas, um claro movimento para baratear as versões mais básicas e disputar o público do Etios.

Volkswagen

Volkswagen Taos foi apresentado em outubro de 2020 – foto: divulgação/VW

Taos – Por enquanto, a única novidade da Volkswagen para o ano. O Taos amplia a oferta de SUVs da montadora e será posicionado entre o T-Cross e o Tiguan Allspace, para brigar com Jeep Compass e Toyota Corolla Cross. Terá todas as atualizações do Nivus e mais alguns equipamentos. Virá importado da Argentina e deve desembarcar nas concessionárias até março.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES