domingo, 21 de abril de 2024

Depois de 23 anos, primeira geração da Fiat Strada é finalmente aposentada

Lançada em 1998 e responsável pelos 20 anos como líder de vendas, a Fiat Strada baseada no Palio deixará de ser ofertada assim que os estoques terminarem.
Primeira cara da Strada lançada em 1998. Desde lá foram pelo menos 4 reestilizações até 2020 (Divulgação/Fiat)

Apesar de ser considerado um ano difícil, 2020 foi um ano marcante para a picape compacta da Fiat. Depois de 22 anos utilizando o mesmo visual cansado do hatch que derivava desde o lançamento, a montadora italiana decidiu renovar completamente a sua linha.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

No começo causou polêmicas, por contar com um visual que lembra Mobi na dianteira, com silhuetas próximas da Toro. E o interior, com muitos elementos dos carros de entrada da Fiat.

Mas no fim ela provou a que veio, e os números de vendas estão mostrando isso. Tanto que a Fiat decidiu tirar definitivamente a Strada da geração antiga, que ainda estava em linha com a versão Hard Working por uma questão estratégica, dando prioridade somente a nova geração.

Segundo informações do UOL Carros, a Hard Working não integra mais a tabela oficial da montadora, o que confirma essa saída da linha.

A última versão disponível da Strada da primeira geração: 1.4 Hard Working com Cabine Simples (Divulgação/Fiat)

E valia a pena comprar a antiga?

Com o preço tabelado em R$ 65.490, a antiga Hard Working trazia de série Ar condicionado, direção hidráulica, volante com regulagem de altura, protetor de caçamba e preparação de som. O motor era o 1.4 Fire EVO com até 88cv no etanol e capacidade de carga de 705kg de carga util e 1.220 litros de volume na caçamba da cabine simples.

Tinha como opcional apenas o Pack Worker por R$ 2.700 reais e com 3 opções de cores: Preto Vulcano, Branco Banchisa (R$ 900,00) e a metálica Prata Bari (R$ 2.300)

A nova, Endurance Cabine Plus está no site da Fiat por R$ 68.667. Oferece o mesmo conjunto mecânico, mas traz nova plataforma, visual atualizado, além de itens de segurança como controles de tração e estabilidade e assistente de partida em rampa.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Fora isso, a capacidade de carga é maior (720kg) e o volume da caçamba também (1.354 Litros). Isso sem contar os 150 litros dentro da cabine, chamada de “plus” pela Fiat. Não tem o tamanho da estendida, mas também não é mais apertada como uma simples.

A partir de agora, a versão de entrada da Strada é essa: Endurance Cabine Plus (Divulgação/Fiat)

Diantes desses dados, por cerca de R$ 3.000 de diferença, na prática pra um consumidor comum, vale muito mais a pena comprar já o modelo novo. Só pra constar: Os itens a mais da nova custariam muito mais que essa diferença se fossem vendidos como opcionais.

E o mercado?

Considerando todos as versões da Strada, incluindo a antiga, a picape da Fiat fechou o ano com mais de 80.000 emplacamentos. Sendo o quarto carro mais vendido do Brasil. Acompanhe o Turbomercado e fique por dentro de todos os números dos carros mais vendidos.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES