sábado, 25 de maio de 2024

Ford Escort ganha facelift na China

Após abandonar as operações no Brasil, a Ford segue trabalhando mundo afora, e com carros compactos.

Fotos do novo Ford Escort divulgadas pelo Ministério da Indústria chinesa revelam que a Ford segue firme com seus projetos, após anunciar que desistiu do Brasil. O modelo recebeu uma reestilização que o coloca dentro da nova identidade visual da montadora – muito próxima da já presente no também chinês Ford Territory, vendido no Brasil importado da China.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
Ford Escort chinês ganhou atualização estética. Mecânica é a mesma desde 2015 – foto: autohome

Não há, no entanto, nenhuma informação se o veículo poderá chegar importado ao Brasil, que já teve por duas décadas o Escort em seu portfólio. Para desanimar essa ideia, é bom destacar que o Escort foi lançado na China em 2015 e nunca foi cogitado ao Brasil, onde, pra piorar, os carros da categoria sedã vivem um mau momento.

O que mudou?

O Escort, que na China é posicionado abaixo do Focus, ganha nova grade frontal, com design octogonal em preto brilhante. O para-choque recebeu elementos cromados e uma abertura maior nas laterais.

Traseira do Escort recebeu atualização no conjunto ótico – foto: autohome

O conjunto ótico também foi atualizado. Agora é inteiro de LED, com luzes diurnas em L. Na traseira as lanternas ganham friso cromado além de novo desenho. as mudanças são meramente estéticas. Baseado no Focus de segunda geração, o Escort mantém a mecânica, incluindo o motor 1.5 Dragon, de três cilindros, que desenvolve 122 cavalos e 15,5 kgfm de torque.

Escort no Brasil

A primeira fase do Escort, vamos dizer assim, durou de 1968 a 2000 na Europa. No Brasil, ele chegou depois e saiu de cena também mais tarde. Veio em 1983 para substituir o Corcel. O modelo era baseado na terceira geração do Escort europeu e foi fabricado na finada planta de São Bernardo do Campo.

Em 1985, teve seu momento de glória, com a versão XR3 conversível, objeto de desejo por milhares de brasileiros. Até hoje as unidades são disputadas por amantes do veículo. Em 1987 a linha recebeu uma reestilização , acompanhando a quarta geração europeia.

Ainda em 1987, Ford e Volkswagen iniciaram uma parceria que duraria até 1996, a Autolatina. Neste período, o Escort foi atualizado. Em 1992 veio realmente um veículo novo, em design, acabamento e mecânica (fornecida pela Volkswagen). Baseado na quinta geração europeia, o modelo ainda possuía os arcaicos carburadores. A mudança para a injeção eletrônica só deu em 1994, quando o Escort já vinha perdendo terreno para a concorrência.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Em 1996, já com o fim da Autolatina, a Ford lançou a última geração do Escort no Brasil, este sim um projeto mais moderno, equipado com motores Zetec, trazidos da Inglaterra. Em 2000, acabou sendo deixado de lado pouco a pouco com a chegada do Ford Focus. Saiu de linha em 2003 no Brasil, encerrando 20 anos de presença nacional.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES