sábado, 25 de maio de 2024

Ford tem prejuízo bilionário com carro autônomo: “Mais difícil do que ir à Lua”

De fato o homem chegou à Lua muitas décadas antes de criar um carro que dirige sozinho

A Ford desanimou investidores ao divulgar o balanço das operações do terceiro trimestre. A empresa fechou o período com prejuízo de US$ 827 milhões, cerca de R$ 2,5 bi, puxado principalmente pelo fim da startup de carros autônomos Argo AI.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A montadora americana investiu pesado na empresa fundada em 2016 por dois ex-executivos do Google. Ao lado da Volkswagen, a Ford ajudou a aportar US$ 1 bi, cerca de R$ 5,5 bi, seis anos atrás. A ideia era tirar do papel um veículo autônomo que pudesse entrar em linha e gerar lucro por um longo período. Não aconteceu.

Ford tem prejuízo bilionário com carro autônomo
Ford com o aparato da Argo AI: empreitada flopou

“Existe um longo caminho pela frente”, disse Jim Farley, CEO da Ford. “Deve demorar cinco anos ou mais”, endossou o diretor financeiro da montadora, John Lawler, justificando o fim das operações da Argo AI. A palavra mais impactante, no entanto, foi do diretor de desenvolvimento de produtos da Ford, Doug Field: “É mais difícil do que levar um homem à Lua”. De fato, em 2022 ainda não temos um carro 100% autônomo, mas fomos à Lua em 1969.

O desenvolvimento do carro autônomo tem tirado o sono de desenvolvedores mundo afora. Existe uma escala que vai de 0 a 5 nos níveis de desenvolvimento. Praticamente todas as empresas do ramo conseguiram chegar nos níveis iniciais do carro autônomo e estão meio que emperradas no nível 4, em que o carro assume todos os comandos, mas em situações adversas, como mudanças abruptas de clima, o condutor humano ainda é acionado para assumir 100% da operação.

Os protótipos de nível 5 da Cruise, por exemplo, vêm enfrentando problemas sérios, que afetam a credibilidade. Teve carro fugindo da polícia de San Francisco e, mais recentemente, veículos parando o trânsito da cidade na Califórnia.

Enquanto as montadoras ainda patinam com os carros autônomos, elas se mantêm firmes com outras operações, como as de eletrificação e a própria venda de veículos a combustão. Até por isso a Ford, apesar do prejuízo no terceiro trimestre, tem a expectativa de fechar o ano com US$ 1,8 bi (R$ 9,5 bi) de lucro, já excluindo juros.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES