domingo, 21 de abril de 2024

Gasolina e gás de cozinha já estão mais caros

Alta é de 7,2% tanto para a gasolina quanto para o gás GLP.

Começaram a valer neste sábado os reajustes de preços da gasolina e do gás de cozinha para as distribuidoras. O aumento praticado pela Petrobras é de 7,2% para cada um deles.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Assim, só a gasolina sobe 20 centavos o litro, saindo de R$ 2,78 pra R$ 2,98, sem considerar a adição, por lei, de 27% de etanol. Lembrando que a alta é propagada em escala em cada um dos componentes da cadeia, e o preço final ao consumidor pode ser ainda maior.

Aplicando uma alta de 7,2% sobre o valor final do combustível, cujo preço médio no país é de R$ 6,11 neste sábado, a alta seria de 43 centavos por litro, alcançando R$ 6,54, em média. Mas não necessariamente será essa a alta ao consumidor final.

Integrantes da cadeia de produção, como distribuidoras e revendedoras podem rever e apertar um pouco a margem de lucros e garantir competitividade de mercado. De qualquer forma, a alta irá pesar no bolso do consumidor, mais uma vez. A escalada de preços parece não ter fim.

Preço do gás

Já a alta do gás chega a 26 centavos por quilograma. Em um botijão de gás de 13 kg isso significa que a alta chega a R$ 3,38 por botijão na distribuidora.

O preço médio do GLP até este sábado é de R$ 98,67, mas já tem estado onde o preço chega a exorbitantes R$ 135, ainda se considerar a alta deste sábado.

O que diz a Petrobras

Segundo a estatal, o reajuste foi aplicado após 95 dias de estabilidade, no caso do gás de cozinha, e de 58 dias para a gasolina.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A Petrobras também disse que a alta reflete “patamares internacionais de preço de petróleo, impactada pelo crescimento da demanda mundial, além da taxa de câmbio”.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES