sexta-feira, 12 de abril de 2024

Gasolina tem novo aumento e está há 4 meses com preço semelhante ao do período da greve dos caminhoneiros

Preço atual dos combustíveis é semelhante ao praticado no final da greve dos caminhoneiros em 2018.

Os combustíveis sofrerão novo reajuste de preço nesta terça-feira (06/07). Segundo a Petrobrás, a gasolina subirá 3,7% nas distribuidoras. Na cidade de São Paulo o preço médio atual da gasolina é de R$ 5,38, segundo a Agência Nacional do Petróleo.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Com esse aumento, o preço médio deve chegar a R$ 5,60. Somente este ano a gasolina já subiu 25% nos postos e o etanol vem acompanhando essa escalada, mesmo que não tenha qualquer vinculação com o preço da gasolina.

Acima de R$ 5 há quatro meses

O valor atual da gasolina é semelhante ao praticado nos postos de São Paulo no dia em que foi encerrada a greve dos caminhoneiros, ocorrida em 2018. Naquela época o preço da gasolina levou pelo menos 15 dias para voltar o patamar de R$ 4 nas bombas. Agora o preço se mantém acima de R$ 5 desde março.

Um dos fatores que eleva o preço dos combustíveis é a alta do petróleo no mercado externo. Atualmente o barril de petróleo é negociado a 77 dólares e vem em tendência de alta desde junho.

O aumento da gasolina que passa a valer a partir de amanhã é o primeiro após a mudança da presidência da Petrobrás, em março deste ano. O general Joaquim Luna assumiu a presidência no lugar de Roberto Castello Branco após críticas do Presidente Jair Bolsonaro.

Bolsonaro fez críticas públicas a Castello Branco e na época disse não entender como o preço do diesel havia subido 15% em duas semanas. Foi uma tentativa (bem sucedida) de evitar uma nova greve de caminhoneiros. Desta vez o preço do Diesel também vai subir, 6,3%, o que corresponde a cerca de R$ 0,16 por litro.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES

0
Gostamos muito de opiniões, que tal comentar?x