sexta-feira, 12 de abril de 2024

GM paralisa produção em São Caetano por seis semanas

Motivos são a adequação para a chegada da nova picape e também a falta de semicondutores para os outros veículos.

A GM anunciou que irá parar a produção na fábrica de São Caetano por seis semanas. A medida começa a valer em junho e será necessária para transformar a linha para a chegada da nova picape que irá substituir a Montana no portfólio e de quebra irá atenuar a falta de semicondutores, que está atrasando a produção. A empresa ainda tenta suspender os contratos de trabalho para evitar prejuízo com folha de pagamento.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
GM paralisa produção
GM paralisa produção: fábrica de São Caetano/SP ficará ociosa por seis semanas

A General Motors prevê paralisar a linha de São Caetano entre os dias 21 de junho e 2 de agosto. Já a partir de 1º de junho o terceiro turno deixará de rodar, com exceção da pintura e funilaria.

Atualmente, a fábrica do ABC paulista produz os modelos Tracker, Joy, Joy Plus e Spin. A Montana, última herdeira do Corsa, saiu de linha no fim de abril, depois de 18 anos em produção. A sucessora só deve chegar ao mercado em 2022 e irá brigar com a Fia Toro. Sem nome ainda, ela crescerá de tamanho e usará a plataforma da Tracker.

Ano das paralisações na GM

Não é a primeira vez que uma fábrica da GM para de funcionar em 2021. Desde março, os funcionários da planta de Gravataí/RS estão sem trabalhar por falta de semicondutores. Eles ficaram um mês em férias coletivas e depois entraram em suspensão de contratos, até a retomada, prevista para 19 de julho.

GM paralisa produção

Na planta de São José dos Campos/SP, funcionários do segundo voltaram ao batente em 10 de maio, após dois meses. Em março, 600 funcionários aprovaram layoff em troca de estabilidade. O motivo da parada também foi a falta de peças.

A estratégia da GM foi reunir em São Caetano os poucos semicondutores que chegavam dos fornecedores e por isso, até o anúncio de agora, São Caetano era a única fábrica que não havia sofrido com paralisações. Agora, a GM deve redistribuir o uso de semicondutores para outras unidades.

GM paralisa produção: reflexos nas vendas

A quebra no ritmo de produção afetou e muito as vendas da GM. Com Gravataí parada, as unidades do Onix, até então líder de mercado, sumiram das concessionárias e o Fiat Strada se tornou o mais vendido do país. E na soma geral, a GM foi ultrapassada em vendas por Fiat e Volkswagen.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

No acumulado até abril, a GM comercializou 20.890 veículos, contra 27.647 da Volks e 36.405 da Fiat. A participação de mercado da GM este ano está em 12,75%. No ano passado, nesta mesma época do ano, ela detinha 19,49%.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES

0
Gostamos muito de opiniões, que tal comentar?x