sábado, 25 de maio de 2024

Novo Polo sobe de patamar em nova geração; veja vídeo do lançamento

A Volkswagen revelou praticamente todos os detalhes da nova geração do VW Polo europeu. Será um carro mais moderno e bem mais próximo do irmão maior e mais caro Golf (veja vídeo abaixo). Outra novidade são as nomenclaturas de versões.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Lançado em 2017, a geração atual estava começando a dar sinais de cansaço e ficando para trás perante os rivais. A Volkswagen, então, apostou em atualizações visuais, dentro e fora, para dar nova vida ao modelo em linha na Europa desde 1975 – São mais de 18 milhões de unidades vendidas.

Por fora, as mudanças estéticas são bem nítidas. A frente ganhou um novo desenho, com destaque para uma faixa horizontal em LED na grade (não vem de série) e no porta-malas, algo alinhado aos novos modelos elétricos da família ID, e também do VW Taos, que está próximo do lançamento. Todo o conjunto ótimo será em LED (finalmente).

Na parte interna, mais novidades. O modelo recebeu o novo volante da montadora, que já desfila no Brasil desde o lançamento do VW Nivus. O painel agora é todo digital de série.

São duas telas: uma de 8 polegadas para o painel de instrumentos (10,25 polegadas na versão R-Line) e a central multimídia em acabamento de black piano. Assim como o VW Play, ele não tem botões físicos – é tudo ao toque. Uma boa sacada da Volkswagen foi alinhar as duas telas, dando a impressão de peça única (veja na galeria abaixo).

A Volkswagen reduziu o número de comandos por botão, concentrando boa parte deles na central multimídia. O ar condicionado, no entanto, ainda é à parte, mas com novo desenho, mais bonito.

O modelo terá carregamento de celular por indução e integração com celular sem fio (indisponível nas versões de entrada).

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Segurança

Como é de se esperar a cada lançamento de carro, o Polo tem novos elementos de segurança. O modelo estreia o IQ.Drive, sistema de condução semi-autônoma, com controle de cruzeiro adaptativo e alerta de saída de faixa. O volante é equipado com sensores que percebem se o motorista retira as mãos do volante.

Além disso, todas as versões vem de série com frenagem automática de emergência e lane assist (que corrige a posição do volante para que o carro se mantenha na faixa de rodagem).

Outra novidade é o airbag central, posicionado entre os bancos. Durante um acidente ele é acionado, evitando que os dois ocupantes da frente se choquem entre si.

Motores iguais

Era aguardada uma versão semi-híbrida, que não se concretizou, pelo menos por enquanto. A Volkswagen manteve as opções 1.0 3 cilindros aspirado (80 cv) ou turbo (95 e 110 cv). Não há opção turbodiesel, mas sim uma turbogás, abastecido com gás natural, que faz 90 cavalos.

Novas nomenclaturas

O Polo abandonou as versões Comfortline e Highline, presentes até a última geração. Agora, o modelo virá alinhado ao que o Golf já apresentou ao mundo: Life, Style e R-Line (esta permanece). Já a versão de entrada se chamará simplesmente Polo.

E o Brasil?

“O Brasil tá lascado”, diria Gil do Vigor. Por enquanto não há uma data para o lançamento no país, mas ele deve acontecer no mais tardar no começo de 2022 e possivelmente muito mais caro. A atual geração do Polo seguirá em linha em versão única mais básica: o Polo Track, que decretará a aposentadoria do Gol e muito provavelmente do Fox.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES