domingo, 21 de abril de 2024

Por causa da Covid-19, Mercedes fecha fábrica de automóveis no Brasil

370 funcionários da fábrica de Iracemápolis-SP poderão ser demitidos. Fábricas de ônibus e caminhões não serão afetadas, afirma a montadora.

A crise econômica, agravada pela pandemia, fez a Mercedes-Benz encerrar a produção dos modelos GLA e Classe C, os únicos até então fabricados em território nacional. Em comunicado, a empresa afirmou estar ‘buscando alternativas’ para os 370 funcionários.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A Mercedes fabricava o SUV GLA e o sedã Classe C na fábrica de Iracemápolis-SP, inaugurada em novembro de 2016, com 500 funcionários e investimento de R$ 600 milhões. Agora, os modelos só chegarão ao Brasil importados. A empresa afirma que manterá os veículos no catálogo nas 50 concessionárias no país.

“A situação econômica no Brasil tem sido difícil por muitos anos e se agravou devido à pandemia da Covid-19, causando uma queda significativa nas vendas de automóveis premium. Por isso, decidimos encerrar a produção de automóveis premium no Brasil. Nosso primeiro objetivo agora é encontrar uma solução sustentável para os colaboradores dessa unidade, que contribuíram de forma decisiva para o sucesso da Mercedes-Benz no Brasil”, afirmou Jörg Burzer, Membro do Board da Mercedes-Benz AG, Produção e Cadeia de Suprimentos, no comunicado.

De novo, Mercedes?

É a segunda vez que a Mercedes-Benz desiste de fabricar carros no Brasil. Em 2005, ela encerrou a produção do Classe A, depois de seis anos e pouco mais de 63 mil unidades produzidas na planta de Juiz de Fora-MG, hoje usada apenas na fabricação de cabines de caminhões. Tanto os caminhões, quanto os ônibus fabricados na planta de São Bernardo do Campo-SP, continuarão nas linhas de produção.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES