sexta-feira, 12 de abril de 2024

Quais carros serão lançados no Brasil em 2022?

As montadoras seguem com seus planos de lançamento para 2022 no Brasil. Vem carro novo, vem reestilizado, mas vem também os elétricos.

Três meses após o início do ano ainda há muita dúvida sobre o que será 2022 para o setor automotivo. A pandemia teve uma escalada de casos no início do ano, mas o que complicou a situação foi a guerra que ocorre na Europa.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O Brasil, que fica muito distante de lá, sofre por tabela: muitos componentes eletrônicos utilizam materiais que vêm da Rússia, que está sob embargo econômico. Mesmo assim não há notícia até o momento de adiamentos de planos das montadoras.

Até março as novidades foram o Jeep Renegade reestilizado e com novo motor, o novo Renault Kwid que recebeu um upgrade no acabamento para justificar seu preço de R$ 60 mil, e o novo Honda City.

Honda HRV

Começamos então pela Honda, que tem um dos lançamentos mais aguardados do ano, o novo Honda HR-V: o carro ficará maior e com um pacote maior de acessórios. O motor será o mesmo 1.5 aspirado que o Honda City já está usando.

Chega em agosto, concorrerá com Volkswagen T-Cross, Hyundai Creta e Chevrolet Tracker.

Citroën C3

Já foi lançado e está chegando às lojas. O novo C3 é o primeiro carro lançado pela marca no Brasil com o dedo da Stellantis, empresa que agora comanda Citroën, Jeep, Fiat, Peugeot e etc.

Chega em abril, ainda não se sabe sobre preços. O carro deverá ficar posicionado na faixa de Fiat Argo e Hyundai HB20.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Peugeot Landtrek

O segmento de picapes médias receberá mais uma concorrente, a Landtrek que é montada atualmente no Uruguai para atender o país e também a Argentina. A picape chegará com motor 2.0 turbodiesel e tração 4×4.

Chega em junho. Concorrerá com Toyota Hilux, Ford Ranger e Chevrolet S10.

Great Wall Poer

A Great Wall é uma marca chinesa que comprou a antiga fábrica de carros da Mercedes-Benz em Iracemápolis, no interior de São Paulo. Um dos primeiros produtos vendidos será a picape Poer, que já é comercializada no Chile. Os primeiros carros da empresa aqui no país serão importados enquanto a fábrica está em processo de montagem. A picape deverá ter opção com diesel e gasolina. Vale ressaltar que as concorrentes têm abandonado as versões movidas à gasolina.

Chega no final do ano. Concorrerá com Toyota Hilux, Ford Ranger e Chevrolet S10.

Abarth Pulse

A Abarth é a marca de preparação esportiva da Fiat e já falamos dela aqui no Turboway. O Pulse Abarth foi apresentado em uma das provas do programa Big Brother Brasil, da TV Globo, em março. O carro terá motor 1.3 turbo, o mesmo do Jeep Renegade, mas o interior segue um mistério.

Chega em setembro. Concorrerá com o VW Nivus e com o próprio Jeep Renegade.

Volkswagen ID.3

O carro elétrico da Volkswagen deverá fazer sua estreia no Brasil ainda este ano. É um modelo popular da empresa para Europa e Estados Unidos, mas por aqui chegará com pinta de carro de luxo, até mesmo pelo preço que se aproximar da casa dos R$ 200 mil.

Chega até julho. Concorrerá com Nissan Leaf, Renault Zoe.

Volkswagen ID.4

Uma categoria acima do ID.3, esse modelo PODE chegar no fim do ano. O ID.4 é um modelo voltado para Europa e Estados Unidos e depende antes de atender a demanda para estes países para a produção excedente chegar aqui. É totalmente elétrico e a velocidade máxima é de 160 km/h. Falamos dele aqui.

Pode chegar no fim do ano.

BYD Tan

Outro elétrico que marca a estreia da chinesa BYD na área. O Tan já tem unidades rodando pelo país e até exposição em shopping. O preço é de quase R$ 500 mil.

Chegou em fevereiro e falamos dele aqui.

Volkswagen Polo e Polo Track

O novo Polo deve chegar em breve e adotar um visual mais moderno, porém ainda diferente do Polo apresentado na Europa. O carro seguirá na concorrência com os hatches Argo e HB20.

Já o Polo Track será produzido em Taubaté e chegará para ocupar os lugares de Gol, Fox e Up (esses dois últimos já descontinuados). O Polo Track será o veículo mais barato da marca e manterá o visual já conhecido do Polo enquanto a Volks lançará uma reestilização do Polo.

Chegam este ano, sem data divulgada ainda.

Honda Civic

Talvez você nem tenha percebido, mas o Honda Civic não é mais vendido no Brasil desde o final do ano passado. A Honda encerrou a produção dele no interior de São Paulo e agora concentra sua produção no exterior para atender principalmente Europa, Japão e Estados Unidos.

O novo Honda Civic chegará no segundo semestre deste ano e será o mesmo carro lá de fora, que vem importado.

Renault Kwid elétrico

A Renault prometeu o Kwid elétrico para o meio do ano. O carro deverá ser o elétrico mais barato do país, ainda que custe acima de R$ 100 mil, e será importado da China.

Chega no meio do ano e deverá inaugurar uma faixa mais “popular” de carros elétricos.

Fiat SUV sem nome

É o segundo projeto de SUV da Fiat que deverá ficar posicionado acima do Fiat Pulse. Ainda há poucas informações sobre o carro, que nem nome tem ainda, embora muita gente aposte em “Fastback”, que é o nome do SUV que foi apresentado no último salão do automóvel e que tinha a cara da Toro. Só que a Fiat decidiu simplificar o projeto e o carro é baseado no Argo mesmo, assim como é o Pulse.

Deve ter motor 1.3 turbo e lançará concorrência dentro de casa, enfrentando o Jeep Renegade e também fora dela, contra o novo Honda HR-V.

Jeep Compass 4xe

É o primeiro Jeep com motor elétrico a chegar no Brasil. Porém nem tão elétrico: ele é híbrido. O carro é importado da Europa e deve ser apresentado em abril.

Chega em abril.

Hyundai Santa Cruz

Já tem modelos da picape sendo flagrados em testes pelo país. É importada, mas quer dar dor de cabeça para a Fiat Toro. Visualmente ela impressiona e no motor também: é um 2.5 com opção que rende impressionantes 278cv.

Lançamento deve acontecer ainda no primeiro semestre.

Hyundai Santa Cruz
- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES

0
Gostamos muito de opiniões, que tal comentar?x