sexta-feira, 17 de maio de 2024

Redução de IPI vai baixar preço do carro zero quilômetro?

Decreto do governo federal reduz imposto em até 25% em toda a indústria nacional, incluindo a automotiva. Mas imposto é só uma parte da carga tributária, que por sua vez é só uma parte do que é cobrado de um carro zero.

O governo federal publicou nesta sexta-feira (25/02) um decreto que reduz o Imposto Sobre Produtos Industrializados, o IPI, em até 25%. A medida tem efeito imediato e também impacta diretamente no preço do carro.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O objetivo do governo é estimular o consumo, mas a medida provocou reações. A oposição acusa o governo de agir com populismo em ano eleitoral, prefeitos e governadores reclamam que vão perder arrecadação. Já a A CNI (Confederação Nacional da Indústria) vê como uma retomada, após o enxugamento de 1,6% do setor na última década.

Mas o que todo mundo que pretende comprar um veículo pergunta é: a redução de IPI vai baixar o preço do carro zero quilômetro?

A resposta é sim, mas não se anime. A precificação de um veículo zero é composta por um conjunto de fatores. Tem o custo da mão de obra, preço da matéria-prima, dólar, liquidez de vendas e tem também a carga tributária.

A pedido da Quatro Rodas, a Anfavea mapeou no ano passado o imposto pago por um veículo em São Paulo. Um modelo flex com preço líquido de R$ 100 mil acaba custando R$ 152 mil ao consumidor final, após a extensa carga de impostos ser aplicada.

Mas não é só IPI. Na prática, este carro irá pagar ICMS (14,5% em SP), PIS/Cofins (11,6%) e IPI (11%), além do IPVA (4%), pago pela primeira vez no ato da compra.

*ICMS referente ao estado de São Paulo

Em outras palavras, o IPI é só uma parte da carga tributária, que por sua vez é só uma parte do preço final de um carro.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Usando o exemplo anterior, o carro de R$ 100 mil é acrescido de R$ 11 mil de IPI. Com a redução da carga em 25%, este valor cai para R$ 8.250, gerando um desconto de R$ 2.750. O preço final do carro, portanto, cai de R$ 152 mil para R$ 149 mil, ou seja, uma queda de apenas 2% no final das contas.

mostramos recentemente que o preço do carro subiu, em média, 1,33% ao mês em 2021. Ou seja, em apenas dois meses o preço do carro irá recuperar o desconto dado pelo governo. É preciso muito mais para, de fato, estimular a queda do preço de um carro e, ao final, colher os frutos do aumento nas vendas.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

4 comentários

Subscribe
Notificação de
guest
4 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES