quinta-feira, 18 de julho de 2024

‘Semáforos assassinos’ viram alvo de reclamação na Espanha

Quase 90 pessoas morreram atropeladas na faixa de pedestres na Espanha.

Um semáforo que fica verde para o pedestre sem ficar vermelho para o motorista. Bizarro, não? Pois é assim que alguns ‘semáforos assassinos’ funcionam na Espanha. Chamados de âmbar, eles funcionam para os motoristas como um estágio intermediário – equivalente ao nosso amarelo. Mas se aqui o amarelo serve para avisar que o vermelho se aproxima, lá o âmbar é só uma condição híbrida. Você pode seguir, mas ‘tenha cuidado porque o semáforo do pedestre está verde’. Chocante.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -
semáforos assassinos

Chocante saber também que ninguém na Espanha tem travado uma luta contra eles. Foi uma ONG britânica a responsável por trazer à tona os malefícios desse tipo de dispositivo de trânsito. A Safer Roads Foundation alerta que a Espanha é o único país do mundo a adotar a prática e que ela causa mortes.

“Uma criança seguindo corretamente a instrução de ‘homem verde’ para cruzar poder morrer devido à luz âmbar para carros é tremendamente preocupante”, apontou um membro do Conselho Europeu de Segurança no Transporte.

As reclamações fazem sentido. Só em 2020, 35 pedestres morreram e 198 ficaram feridos ao serem atropelados na faixa de pedestres na Espanha. Em 2019, portanto antes da pandemia, foram 47 mortes e 317 feridos pelo mesmo motivo.

A Espanha sempre alegou que criou os semáforos como forma de manter o fluxo de veículos. Em muitos casos, o semáforo de pedestres perdia a função, já que muitas vezes não havia ninguém para atravessar e os motoristas ficavam retidos no semáforo vermelho, piorando a situação do trânsito.

semáforos assassinos

Apesar de defender a medida, o governo espanhol reconhece os problemas. Barcelona, que possui 4 mil semáforos do tipo híbrido, já retirou o item de locais próximos a escolas e outros pontos de atenção.

Em Burgos, apontada como a pior cidade no quesito ‘semáforos assassinos’, a administração local já retirou 10 deles de circulação. Mas não todos.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Para a Safer Roads Foundation, que já conseguiu reverter semáforos parecidos no Reino Unido, chamados de Pelicans, a solução é fazer como a maioria dos países fazem, inclusive o Brasil. Semáforos verdes, amarelos e vermelhos tanto para carros como para pedestres. Simples assim.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES