quinta-feira, 13 de junho de 2024

Stellantis inicia venda de peças usadas em concessionárias

Empresa espera ser líder global em reutilização de peças, abrindo possibilidade para descarbonizar operações.

A Stellantis, empresa dona da Fiat, Jeep, Peugeot, entre outras, anunciou uma unidade de negócios voltada para o comércio de peças usadas, com participação do Brasil. O reaproveitamento de componentes tem dois motivos principais, o de criar receitas de até 2 bilhões de euros e também abrir caminho para a descarbonização.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A Stellantis já anunciou planos para reduzir as emissões de carbono em toda a sua cadeia e chegar ao carbono zero até 2038. Com o reaproveitamento de peças, ela tem condições de viabilizar a empreitada, já que a chamada Economia Circular é um dos pilares da redução de emissões. Segundo a empresa, a reutilização reduz em 80% o uso de matérias-primas e em 50% o gasto de energia.

Em setembro, a Stellantis anunciou que seu principal Centro de Economia Circular será lançado em 2023, no Complexo Mirafiori, na Itália. O ‘Hub’ abrigará atividades de recondicionamento e desmontagem de veículos, além da remanufatura de peças. A ambição da unidade de negócio é também complementar à aquisição, em 2016, da Aramis, líder europeu na compra e venda online multimarca de veículos usados, que contará até o final do ano com sete centros distribuídos pela Europa.

Além dos ‘hubs’ de economia circular, a unidade de negócios usará ‘loops’ locais para manter produtos e materiais dentro dos países, agilizando as entregas para os clientes. No Brasil, mil concessionárias de todas as marcas da Stellantis começam a vender cinco tipos de peças remanufaturadas: alternador, caixa de direção, câmbio automático, motor de arranque e turbocompressor. A linha será ampliada ainda neste ano com a entrada de injetores e bombas de alta pressão. 

“A partir de agora, o cliente pode reparar seu veículo com uma linha de peças mais acessível e que também colabora com a preservação do meio ambiente, sem abrir mão da qualidade, confiabilidade e garantia da Stellantis”, explica Paulo Solti, vice-presidente de Peças e Serviços da Stellantis para América do Sul.  

A empresa afirma que dividirá as operações nos chamados 4R – remanufaturar, reparar, reutilizar e reciclar, assim divididos:

• Reman (Remanufaturar) – Peças usadas, gastas ou defeituosas são completamente desmontadas, limpas e remanufaturadas de acordo com as especificações originais. Quase 12 mil peças abrangendo 40 linhas de produtos, incluindo baterias de veículos elétricos, estão disponíveis.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

• Repair (Reparar) – As peças gastas são reparadas e reinstaladas nos veículos dos clientes. Em 21 locais ao redor do mundo, e-repair centers trabalham com baterias de veículos elétricos.

• Reuse (Reutilizar) – Aproximadamente 4,5 milhões de peças multimarcas em estoque, ainda em bom estado, são recuperadas de veículos em fim de vida e vendidas em 155 países por meio da plataforma de e-commerce B-Parts.

• Recycle (Reciclar) – Resíduos de produção e veículos em fim de vida são reinseridos no processo de fabricação. Em apenas seis meses, a unidade de negócios coletou 1 milhão de peças recicladas.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES