sexta-feira, 17 de maio de 2024

Volkswagen atualiza plástico usado no acabamento

Acabamento nunca foi o forte dos modelos Volkswagen. Agora vai?

A maioria das pessoas torce o nariz com a quantidade de plástico que a Volkswagen usa no acabamento dos carros. Pois a montadora decidiu mexer nesse ‘ativo’. A montadora firmou parceria com a Unesp – Universidade Estadual Paulista – para usar fibras naturais na formulação do plástico.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

A Unesp possui um departamento voltado à biotecnologia em Botucatu/SP, onde já desenvolve pesquisas na área. A parceria prevê que a universidade irá desenvolver o material do zero, em um prazo de 18 meses, entre desenvolvimento, testes e aplicação.

O plástico em excesso é uma marca presente nos Volkswagens, mesmo nos modelos GTI

A ideia é que as peças fiquem mais leves e sejam recicláveis. E o objetivo da Volkswagen é cumprir metas ambientais.

“Nos trará conhecimento e contribuirá com nossa estratégia global Way To Zero de neutralizar as emissões de carbono até 2050. A substituição dos componentes mineral para natural permitirá reduzir cerca de 80% das emissões de carbono no processo produtivo. Além disso, o peso das peças plásticas do veículo diminuirá aproximadamente 10%, o que significa também redução na quantidade de CO2 emitido na atmosfera”, disse Pablo Di Si, chairman executivo da Volkswagen América Latina.

“Vamos, por meio da pesquisa e desenvolvimento de metodologias, obter uma solução mais ambientalmente correta em seu descarte ao meio ambiente; possibilitar alta performance que atendam à rigorosa legislação e as normas da empresa, por fim, tornar o objeto de estudo e desenvolvimento viável e competitivo na produção”, afirma Prof. Dr. Alcides Lopes Leão, docente do Departamento de Bioprocessos e Biotecnologia da Faculdade de Ciências Agronômicas, e que está à frente do projeto.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES