domingo, 21 de abril de 2024

Volkswagen desativa fábrica na Rússia e amplia isolamento

Empresa ainda mantém operação em outra fábrica que recebeu investimento para a produção do Taos.

A empresa alemã Volkswagen anunciou que está desativando uma de suas duas fábricas russas devido ao cenário atual de conflito do país com a Ucrânia. As informações são da Agência Reuters.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Segundo a Agência, a fábrica de Nizhny Novgorod é uma sociedade da Volks com a GAZ, empresa do magnata russo Oleg Deripaska, e hoje tem 200 funcionários. A empresa ofereceu a eles um plano de demissão voluntária com seis meses de salário.

Fábrica da Volkswagen na Rússia (foto: Volkswagen/ divulgação)

A Volkswagen ainda não anunciou o que fará com sua outra fábrica no país, que fica na região de Kaluga e tem mais de 4 mil funcionários. Essa unidade recebeu investimento de mais de 60 milhões de Euros no ano passado para a produção do Taos.

A empresa já comunicou que mesmo nesta outra unidade as operações na Rússia estão suspensas durante todo o ano. No país a VW comercializa o Polo (sedã) e os SUVs Taos, Tiguan, Teramont e Touareg.

Crise política com montadoras

Atualmente as fábricas da Volkswagen na Rússia já estão paralisadas devido à falta de componentes para a montagem dos veículos. Isso tem acontecido em todas as fábricas de veículos do país desde o início dos conflitos na Ucrânia.

Além da falta de peças, há ainda a divergência de posicionamento com a Alemanha, país sede da Volks, que tem apoiado e enviado armas à Ucrânia. Por um lado os russos classificam isso como uma afronta, por outro os países europeus pressionam as empresas a cessar as operações no país. A primeira a abandonar a Rússia foi a Renault, que era a controladora da Lada.

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES