sexta-feira, 17 de maio de 2024

Volkswagen retira Up! do mercado argentino

Concessionárias receberam memorando da montadora. Preço salgadíssimo de R$ 75 mil era entrave no país vizinho

Up! vende mal desde o lançamento em 2014 – foto: divulgação/Volkswagen

O que era apenas especulação virou fato. A Volkswagen retirou o Up! de linha no mercado argentino, depois de seis anos de vendas. Em agosto passado a montadora alemã já havia parado de vender a versão TSI, indicando que o fim estava próximo. E estava.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

O Autoblog Argentina teve acesso ao memorando enviado às concessionárias do país. “Por meio da presente, queremos anunciar a interrupção da comercialização do modelo Up! na Argentina (…) Sem mais, aproveitamos para saudá-los e desejá-los boas vendas”, afirma trecho da circular divulgado pelo site.

Volks de Taubaté

O Up! foi lançado globalmente em 2011. Fabricado na unidade de Bratislava, Eslováquia, e vendido primeiramente no mercado europeu, levou 3 anos até ser produzido na planta de Taubaté-SP.

Aqui recebeu modificações. Ficou 6,5 centímetros maior para acomodar um tanque de combustível de 50 litros (a versão europeia tem tacanhos 35 litros), além de tampa traseira de metal, em vez de vidro escuro, entre outras modificações.

Menor mas muito mais seguro, veio para preencher a lacuna do Gol G4, que finalmente saía de linha – e abandonava uma anacrônica plataforma de 1995. Porém, não fez o mesmo sucesso. Chegou em um mercado que já dava preferência a carros maiores e mais confortáveis e acabou vendendo pouco. O preço também desagradou. Na Argentina foi ainda pior, já que o preço lá é muito maior. O Up! era vendido por exorbitantes R$ 75 mil reais na conversão direta. Não dá.

Pesou também a reclassificação do carro na Argentina (e no Brasil também) para um veículo de quatro lugares. As legislações obrigam encosto de cabeça e cinto de três pontas, mas a montadora manteve apenas dois cintos traseiros do tipo, para evitar encarecer o carro ainda mais.

No site da Volkswagen na Argentina ele ainda aparece, mas vendas acabaram nas concessionárias

Vendas

Como dito, as vendas do Up! nunca empolgaram. No Brasil, elas só caem, ano após ano, desde o lançamento. A produção nacional só não foi inteiramente impactada por causa das exportações. Resta saber o abalo na planta paulista com o anúncio na Argentina, onde até o ano passado eram comercializadas cerca de 600 unidades por mês.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Confira os números da Fenabrave de vendas no Brasil

AnoVendas
201458.895
201553.560
201638.354
201734.161
201820.563
201913.460
2020*6.507
* Até setembro

Agora as vendas na Argentina – dados da Siomaa

AnoVendas
20197.103
2020*1.938
* Até setembro

- PUBLICIDADE -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

NOSSOS DESTAQUES