domingo, 21 de abril de 2024

Russel na Mercedes, Bottas na Alfa Romeo: como está o grid da F1 em 2022

Anúncio dos últimos dias deixa poucas vagas no grid pra 2022, com novidade na Mercedes confirmada.

George Russel foi confirmado neste terça-feira como piloto da Mercedes. Na véspera, Valtteri Bottas, então companheiro de Lewis Hamilton, já havia definido seu futuro. O finlandês assinou contrato com a Alfa Romeo e deve substituir o compatriota Kimi Räikkönen, conforme adiantamos quando o piloto de 41 anos anunciou a aposentadoria, no começo do mês.

grid da F1 em 2022
Grid da F1 em 2022 terá duas trocas decisivas e novidade na Mercedes

George Russell, de 23 anos, vai preencher a vaga aberta por Bottas O piloto, aliás, já era da Mercedes, mas com contrato com a Williams até o fim de 2021. Assim, formará uma dupla de pilotos 100% britânica para o ano que vem.

Por que Bottas saiu da Mercedes?

Apesar de Toto Wolff declarar que foi uma decisão difícil, a verdade é que foi um acordo de cavalheiros. O contrato vencia no fim do ano e a Mercedes decidiu pela não renovação, aproveitando também que não precisará pagar nenhuma multa por quebra de contrato para renovar os ares.

- Publicidade -

E Bottas, que andava sem clima, já sabia que não era mais carta no baralho e tratou logo de negociar uma vaga para o ano que vem. E, assim, mesmo antes de terminar a temporada, o piloto de 32 anos já tem vaga garantida no ano que vem, ainda com lenha para queimar.

Bottas na Alfa Romeo
Troca entre finlandeses: Bottas assumirá legado de Räikkönen na Alfa Romeo

Uma curiosidade. As duas partes já sabiam do fim da parceria quando Bottas decidiu não seguir uma ordem de equipe no GP da Holanda, no último fim de semana. A três voltas do fim, o finlandês trocou pneus e foi orientado a não fazer a melhor volta – que pertencia a Hamilton, que levaria o ponto extra. Mas o finlandês decidiu pisar fundo e ser o mais rápido. A Mercedes agiu e chamou Hamilton para a troca de pneus, e o inglês conseguiu recuperar o melhor tempo na última volta.

Por que George Russel foi para a Mercedes?

São vários os motivos. A Mercedes prefere dar espaço a um jovem piloto, e assim formar um sucessor ao já veterano de 36 anos Lewis Hamilton. E não são muitas as opções no mercado, sobretudo as livres de contrato. Esteban Ocon, um dos jovens pilotos em ascensão, acaba de assinar uma longa renovação de contrato com a Alpine, fechando as portas para a Mercedes.

Russel também é um piloto que joga junto. Não virá para ser o desafiador da hegemonia de Hamilton. Tende a equilibrar a relação com a equipe e a trabalhar a favor de Hamilton nesta reta final da carreira do britânico.

Outro ponto é a torcida. Russel é um dos pilotos mais queridos dos fãs de F1, sobretudo os britânicos. Atrai bastante mídia e engajamento nas redes sociais e será bem quisto no grid do ano que vem, agora com uma máquina que lhe permitirá brigar por vitórias.

Como está o grid da F1 em 2022

Além de Bottas na Alfa Romeo e Russel em seu lugar, na Mercedes, a Alpha Tauri confirmou a mesma dupla de pilotos para o ano que vem: Gasly, que faz boa temporada e Tsunoda, que anda apagado. Assim, das 20 vagas restam apenas 3 no grid em 2022.

EquipePiloto 1Piloto 2
MercedesLewis HamiltonGeorge Russel
Red BullMax VerstappenSergio Pérez
FerrariCharles LeclercCarlos Sainz
McLarenLando NorrisDaniel Ricciardo
AlpineFernando AlonsoEsteban Ocon
Aston MartinSebastian Vettel
Alpha TauriPierre GaslyYuki Tsunoda
Alfa RomeoValtteri Bottas
WilliamsNicholas Lafiti
HaasNikita MazepinMick Schumacher
- Publlcidade -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

últimas da f1