sexta-feira, 17 de maio de 2024

Charles Leclerc celebra melhora da Ferrari em 2021

Ela ainda está longe dos seus grande momentos, mas a melhora da Ferrari na temporada 2021 fez o seu principal piloto, o monegasco Charles Leclerc, se animar. A equipe ocupa a quarta posição na tabela de construtores apenas 5 pontos atrás da McLaren.

Melhora da Ferrari
A melhora da Ferrari teve dessas: Leclerc andando na frente de Bottas, ainda que em frações de corrida

Leclerc viu sua fama de um dos pilotos mais promissores do paddock ser botada à prova durante a temporada 2020. Com apenas dois pódios em 17 corridas, ele foi apenas o oitavo na classificação final. Em 2019 ele havia conquistado duas vitórias, um total de 10 pódios e terminado o ano na quarta colocação.

A Ferrari teve, no ano passado, sua pior temporada em 40 anos, ficando apenas na sexta colocação entre os 10 construtores. Não fosse Leclerc, seria ainda pior. Enquanto o monegasco garantiu 98 pontos para a scuderia, o companheiro dele Sebastian Vettel fez apenas 33, um fiasco.

- Publicidade -

A temporada 2021 parece ter virado a página pelos lados de Maranello. Após quatro corridas, é clara a evolução da Ferrari. O pódio ainda não veio, mas é culpa da regularidade de Mercedes e Red Bull, disparadamente as duas melhores equipes do grid e cujos pilotos quase sempre terminam todas as corridas.

No GP da Espanha, vencido por Lewis Hamilton, Charles Leclerc conseguiu colocar sua Ferrari entre as Red Bull, terminando à frente de Sergio Pérez, na ótima quarta colocação. O piloto chegou quase 20 segundos à frente da melhor McLaren, a de Daniel Ricciardo, dando pinta de que a Ferrari virá forte atrás do ‘título’ de melhor equipe do segundo pelotão.

Leclerc deu declarações otimistas, depois do quarto lugar no GP da Espanha

Logo depois da corrida, Leclerc deu mostras de otimismo. “O ano passado foi definitivamente uma temporada difícil de aceitar onde estávamos, mas acho que a equipe fez um ótimo trabalho ao aceitar rapidamente que demos um passo para trás, e temos trabalhado da melhor maneira possível desde aquele momento”, disse.

Apesar disso, ele mantém os pés no chão. “O caminho ainda é longo e queremos lutar pelas primeiras posições em breve. A maneira como trabalhamos é a maneira certa, e só precisamos continuar trabalhando em equipe.”

O que tem de diferente para a melhora da Ferrari em 2021?

Olhando de fora, o principal ponto da melhora da Ferrari foi no ritmo de corrida. O modelo SF1000 simplesmente não andava nas provas de 2020. Alguns momentos ficaram marcados, como quando os dois carros terminaram uma volta atrás do líder Lewis Hamilton, em Abu Dhabi, uma corrida que teve a entrada de safety car, responsável por juntar a galera.

A melhora se deve a um ganho que o modelo deste ano, o SF21, teve em downforce. O carro do ano passado era quase um muro aerodinâmico que trabalhava contra a performance nas retas, deixava o carro instável nas curvas e ainda fazia o modelo gastar mais pneus do que o normal. Um combo da desgraça…

Melhora da Ferrari
A troca da dupla de pilotos é uma das explicações para a melhora da Ferrari

A Ferrari trabalhou o conjunto aerodinâmico, mexendo bastante na traseira, e resolveu essa questão. Ao mesmo tempo, os pneus Pirelli 2021 foram bem estudados pela equipe, que soube equilibrar o ajuste de suspensão e otimizar a temperatura de compostos, resultando em menor desgaste. Houve evolução, mas a Ferrari ainda precisa melhorar o o quanto gasta de pneus.

Outro ponto crucial foi o motor. A Ferrari passou 2020 cumprindo uma punição controversa por ter terminado a temporada 2019 fora dos padrões com o propulsor. Foi um acordo feito sem muita transparência, mas que deixou o carro com cerca de 50 cavalos a menos de potência. Este ponto também foi ‘solucionado’.

Por fim, vale destacar que o pé na bunda de Sebastian Vettel fez bem para a Ferrari. O tetracampeão não era mais o mesmo e o time precisava de sangue novo. Carlos Sainz ainda não engrenou, é verdade, mas parece disposto a ajudar.

Ainda faltam 19 corridas, tem muita coisa pela frente, mas Charles Leclerc parece ter razão ao comemorar a melhora da Ferrari, única equipe presente no circuito desde a primeira temporada, em 1950. Não dá para saber se ela vai brigar por vitórias, nem se vai vencer a disputa pela melhor do segundo pelotão, mas é certo que o sexto lugar geral ficou no passado.

- Publlcidade -spot_img

Comentários

1 comentário

Subscribe
Notificação de
guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

últimas da f1