terça-feira, 28 de maio de 2024

Chuva impõe corrida de 3 voltas e pilotos levam metade dos pontos na Bélgica

Pole no sábado, Verstappen venceu após completar 3 voltas atrás do safety car.

A corrida mais sem graça da história da Fórmula 1. Assim ficará marcado para sempre o GP da Bélgica 2021. A forte chuva impediu qualquer disputa e com apenas 3 voltas, todas atrás do safety car, Max Verstappen foi declarado vencedor. George Russel, da Williams, e Lewis Hamilton, da Mercedes, completaram o pódio, mantendo as posições conquistadas no sábado, durante a classificação.

Foi o GP mais curto da história, superando a corrida de 14 voltas da Austrália, em 1991. Como não foi completado o mínimo de 50% de voltas, os pilotos levaram metade da pontuação.

Verstappen ficou com 12,5 pontos, Russel com 9 e Hamilton 7,5. Com menos pontos em jogo, tanto a classificação do mundial de pilotos quanto a de construtores permanece inalterada, com o britânico e sua Mercedes na ponta.

- Publicidade -

Com o frustrante GP da Bélgica, o torcedor da Fórmula 1 vai ter que esperar um pouco mais do que os 28 dias de pausa desde o GP da Hungria, para então matar a saudade das disputas. A Fórmula 1 volta no domingo que vem, no GP da Holanda.

Chuva e largada adiada

Minutos antes da largada em Spa, a chuva apertou e a direção resolveu adiar a largada, primeiramente, em 10 minutos, depois mais 5, e no final foram mas de 3 horas de espera. Vencido o prazo, os pilotos finalmente se posicionaram para largar em fila indiana, atrás do safety car. Mas em vez da corrida tradicional, eles se aprontaram para um corrida de apenas uma hora.

Durante a espera pela largada, pilotos improvisaram até um futebol

O atraso permitiu algo inusitado. Quando todos os pilotos se alinhavam para o grid no horário original, o mexicano escorregou e bateu, quebrando a suspensão. As mais de três horas foram suficientes para que a equipe consertasse o carro e ele voltasse para a prova.

Mas a felicidade do mexicano e de todos os pilotos – e dos torcedores também – durou menos que 10 minutos. Após a largada com safety car, a pista não melhorou em nenhum momento. Na quarta volta, a direção deu bandeira vermelha e todos voltaram ao pit. Minutos depois veio a confirmação e o GP foi encerrado ali, sem disputas, sem tentativa de bandeira verde.

Logo após a corrida, Hamilton pediu desculpas aos fãs. “Espero que os torcedores que vieram aqui sejam ressarcidos”, disse o inglês. O único a fazer festa no constrangedor pódio foi Russel e sua fraca Williams, que chegou a 20 pontos na classificação, todos eles conquistados nas últimas duas corridas.

- Publlcidade -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

últimas da f1