quarta-feira, 24 de abril de 2024

Esteban Ocon vence primeira da carreira em corrida com ‘strike’ na largada

Francês venceu GP maluco da Hungria, marcado por uma barbeiragem de Valteri Bottas. Hamilton reassume liderança.
Esteban Ocon vence primeira

Demorou 78 corridas, mas a vitória finalmente veio. Esteban Ocon ganhou seu primeiro GP da carreira, na Hungria, de forma incontestável. Até então, ele tinha apenas um pódio na carreira, o segundo lugar no GP de Sakhir, em 2020, com a Renault. Foi também a primeira vitória da Alpine, então sétima maior força do campeonato. Ocon foi o 14º francês a vencer um GP de F1.

Sebastian Vettel também conquistava um grande resultado, terminando em segundo, mas acabou punido com desclassificação depois da corrida. Hamilton herdou o segundo lugar, reassumindo a liderança no mundial de pilotos, já que Verstappen fez uma corrida sofrível, lutando contra o carro e conseguindo apenas o 9º lugar. Carlos Sainz, da Ferrari, fechou o pódio.

Outro destaque vai para a Williams, que finalmente pontuou na temporada – e não só com Russel!

- Publicidade -

Que largada, amigos!

O destino da corrida foi completamente mudado já na largada, em pista molhada. Valteri Bottas largou mal e se perdeu na primeira freada, bateu na traseira de Lando Norris, que bateu em Max Verstappen. Totalmente sem controle, Bottas ainda bateu e tirou Sergio Pérez da prova. Do ‘strike’, apenas Verstappen sobreviveu, mas caiu para os últimos lugares, com um carro visivelmente prejudicado.

https://youtu.be/5mzrPrDCKeY

Na relargada, com a pista mais seca, praticamente todos os pilotos optaram por pneus secos, mas o líder Hamilton manteve pneus intermediários e teve que fazer uma troca extra, perdendo posições preciosas. Esteban Ocon, que era segundo, assumiu a ponta.

Corrida maluca

A batida na largada transformou o GP da Hungria, um dos mais tediosos da temporada, em uma corrida maluca. Sem Verstappen e Hamilton, as primeiras colocações foram ocupadas por pilotos intermediários.

Esteban Ocon vence primeira
Esteban Ocon vence primeira na carreira

Na volta 34, por exemplo, Fernando Alonso chegou a liderar com sua Alpine, a primeira vez que o espanhol ocupou o primeiro lugar desde 2014, quando ele ainda guiava de Ferrari. Assim que ele foi para os boxes, o companheiro dele Ocon reassumiu a ponta, com Vettel na segunda colocação.

George Russel se manteve antes os 10 primeiros colocados, em mais uma aventura pelo primeiro ponto da Williams. Mas como era uma corrida maluca, seu companheiro Latif também frequentava a zona de pontuação, com 14 pilotos na pista.

Na volta 55 vimos uma briga raiz entre Alonso e Hamilton. Como a pista de Hungaroring é travada, com poucas opções de ultrapassagem, o espanhol conseguiu resistir bravamente aos ataques inclementes do britânico, novamente lembrando bons e velhos tempos. Na volta 65, a 5 do fim, Alonso fritou pneus e Hamilton finalmente conseguiu a quarta colocação.

Momentos finais da prova

Assim que passou, Hamilton mirou outro espanhol. Diferentemente de Alonso, Carlos Sainz não conseguiu resistir e, já na primeira investida, o britânico seguiu, fechando o pódio e alcançando pontos importantes para retomar a liderança no mundial de pilotos.

Lá na frente, Esteban Ocon não teve sustos na reta final e levou a vitória. Vettel, que chegou a comemorar muito o segundo lugar, acabou sendo desclassificado porque a Aston Martin do alemão não tinha a quantidade mínima de 1 litro de combustível para análise pós corrida. A prova de Vettel foi tão no limite que ele terminou o GP com apenas 300 ml no tanque.

Após o GP, Verstappen esbravejou bastante no paddock. Ele deu declarações dizendo que “mais uma vez foi retirado da pista por uma Mercedes”.

AlphaTauri e Williams festejaram a pontuação com seus dois pilotos, sem depender da desclassificação de Vettel. A F1 volta daqui a praticamente um mês, no GP da Bélgica.

Esteban Ocon vence primeira: classificação final do GP da Hungria
- Publlcidade -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

últimas da f1