domingo, 21 de abril de 2024

GP de carros históricos em Mônaco tem Ferraris acidentadas e climão no pódio. Veja vídeos

Corrida para promover a volta do circuito de rua de Mônaco mirou a nostalgia, mas despertou outros sentimentos dos fãs que viram duas Ferraris histórias se acidentarem.

O histórico circuito de rua no principado Mônaco ficou de fora da Fórmula 1 no ano passado devido à situação da pandemia. Para celebrar a volta, foi realizado neste fim de semana um GP de carros históricos com várias baterias, de acordo com a faixa de ano dos carros e pilotos. A corrida de destaque foi a disputada por carros entre 1973 e 1976, que acabou com duas Ferraris acidentadas e até uma briga por causa disso.

As baterias de corridas foram histórias para os fãs da velocidade, que puderam ver carros que brilharam no passado disputando novamente uma corrida. Na corrida da etapa de 1973 a 1976 estavam as Ferraris 312, o Lotus 77, Mclaren M26 e o March 761.

A Ferrari de 1974, que era de Niki Lauda, estava sendo pilotada por Jean Alesi. Ele largou bem e assumiu a liderança. A três voltas da chegada a Ferrari ficou mais lenta e o segundo colocado, Marco Werner, que pilotava a Lotus 1976, bateu atrás. Danificada, a Ferrari ainda rodou por alguns metros e parou. Veja abaixo:

- Publicidade -

O histórico carro sofreu vários danos, gerando apreensão e desespero nos fãs da Ferrari. E a cena acima não morreu na pista. Alesi foi pedir explicações para Werner logo depois. O incidente fez com que a direção de prova punisse Werner com 50 segundos a mais no tempo final. Isso beneficiou o segundo colocado, Michael Lyons, que pilotava a Mclaren M26 e foi considerado o campeão.

Werner ficou então com o terceiro lugar, mas afirmou que não entendia o motivo da punição. Vale lembrar que no momento da batida a Ferrari reduziu a velocidade, o que pode indicar um erro do próprio Jean Alesi. Werner se recusou a subir no pódio.

Ferrari de Niki Lauda danificada em Monaco
Ferrari que estava com Jean Alesi ficou danificada (Foto: reprodução/Motorpasion)

O acidente com a outra Ferrari aconteceu com o piloto René Arnoux (vídeo abaixo), ainda no treino classificatório. Ele perdeu o controle do carro na saída de uma curva e foi acertou a lateral da pista. Chegou a perder a roda traseira e não chegou a largar na corrida. O saldo de Mônaco para as Ferraris históricas foi muito… muito ruim nesse GP de raridades.

O GP de carros históricos de Mônaco faz parte das celebrações da volta da F1 para o circuito, após ter ficado de fora no ano passado devido à pandemia. Na sequência o circuito receberá a Fórmula E (carros elétricos) e por fim o GP de Mônaco de Fórmula 1, no dia 23 de maio, às 10h da manhã.

- Publlcidade -spot_img

Comentários

- PUBLICIDADE -

últimas da f1