terça-feira, 23 de abril de 2024

Lewis Hamilton leva susto mas vence na estreia da F1 2021

Piloto britânico travou duelo de estratégia de pneus com Max Verstappen, depois foi alcançado mas levou a melhor.

Não deu outra. Lewis Hamilton começou a temporada 2020 fazendo o que ele tem feito nos últimos anos: vencendo. O heptacampeão anotou a 96ª vitória na carreira, ampliando o recorde. Outro recorde, o de número de títulos, começa a ser escrito.

Hamilton vence Verstappen

Max Verstappen, que largou na pole position pela Red Bull, terminou em segundo. Valtteri Bottas, companheiro de equipe de Lewis Hamilton, foi o terceiro. Lando Norris, da McLaren, terminou na quarta colocação.

A corrida do Bahrein

Depois de travar um duelo estratégico de pneus, e pulando na ponta durante os boxes, Hamilton não teve vida fácil. A corrida só foi definida nas voltas finais. Hamilton, na ponta com pneus mais usados, foi pressionado por Max Verstappen. O britânico chegou a ser ultrapassado a quatro voltas do fim, mas o holandês perdeu um pouco de ritmo e foi novamente ultrapassado.

- Publicidade -

Foi um ótimo começo de temporada, com várias pequenas brigas, não só na ponta. O pelotão intermediário roubou a atenção da transmissão na Band em vários momentos.

Uma das grandes brigas envolveu três pilotos. Vettel, Sainz e Alonso alternaram posições por mais de uma volta. Melhor para Sainz, que ultrapassou os dois de uma vez e não foi mais incomodado.

Na volta 39, o estreante Tsunoda, da Alpha Tauri, conseguiu uma grande manobra sobre o mais experiente dos pilotos, Kimi Räikkönen. O japonês foi o melhor dos estreantes da temporada, terminando em nono e pontuando. Os outros foram discretos. Mick Schumacher, filho de Michael Schumacher foi apenas o 18º- o pior entre os que terminaram. E Nikita Mazepin foi pior ainda: o último geral, depois de bater na primeira volta.

Outro ‘novato’, Fernando Alonso, de volta depois de 2 anos fora, acabou abandonando. Sebastian Vettel, respirando novos ares na Aston Martin, fez corrida muito ruim. Acabou se envolvendo em um acidente bobo na volta 45, foi punido e chegou na penúltima colocação.

O mexicano Sergio Pérez, da Red Bull, fez ótima corrida depois de ter problemas e largar em último, dos boxes. O piloto terminou na quinta colocação, ajudando a Red Bull na briga pelo mundial de construtores. De quebra, foi eleito pelos fãs o piloto da corrida.

A Ferrari, uma das incógnitas do ano, parece que terá dias melhores. Charles Leclerc foi o sexto e Carlos Sainz Jr, o oitavo. Já é um avanço em relação a 2020.

A próxima corrida será em Ímola, no GP de Emilia-Romagna, dia 18 de abril.

- Publlcidade -spot_img

Comentários

- PUBLICIDADE -

últimas da f1