quinta-feira, 13 de junho de 2024

Pneus estourados na F1: Pirelli conclui investigação

Dois carros de duas equipes diferentes tiveram o pneu da mesma posição estourado durante a corrida e sofreram acidentes. Fabricante diz que ninguém errou no caso dos pneus estourados na F1.

A fabricante de pneus Pirelli informou ter concluído as investigações sobre o estouro de dois pneus no GP do Azerbaijão, no dia 6 de junho. Os pneus traseiros esquerdos dos carros de Lance Stroll e Max Verstappen estouraram durante a corrida e geraram acidentes que colocaram os pilotos em risco e mudaram o rumo da prova.

Verstappen chuta carro que teve pneu estourado na F1
Reação de Max marcou o VT do Azerbaijão: o piloto deu um chute em sua Red Bull (Foto: F1/ Reprodução)

A fabricante informou que analisou os dois pneus estourados em sua sede em Milão, na Itália, e também outros pneus semelhantes e que não estouraram e foram usados por outros pilotos na mesma prova. “As causas das duas falhas dos pneus traseiros esquerdos de Aston Martin e Red Bull foram claramente identificadas. Em cada um dos casos, aconteceu por uma quebra da parede interna do pneu, que pode estar relacionada às condições de uso do pneu, apesar de os parâmetros prescritos para uso inicial (pressão mínima e temperatura máxima da manta térmica) terem sido seguidos”, disse a fabricante.

Sobre a fabricação, a Pirelli disse que concluiu que não houve falhas e que o estouro nos pneus não foi causado por objetos sobre a pista. Chegou-se a cogitar que os pneus foram rasgados durante a corrida. A conclusão final é que o estouro foi consequência das condições de rodagem que os pneus foram expostos.

- Publicidade -

A conclusão é inusitada, uma vez que os eventos terminaram em acidentes e poderiam ter consequências graves aos pilotos, o que felizmente não ocorreu. No caso de Verstappen, o acidente fez com que ele abandonasse a corrida quando ele estava na liderança. Isso causou problemas também na classificação do campeonato que só não foi pior para Max Verstappen porque Hamilton errou no final da corrida e também não conseguiu pontuar.

A Pirelli disse que trabalhou em conjunto com as equipes Red Bull e Mercedes e comunicou o resultado à FIA, que controla a Fórmula 1. Para a entidade, o caso dos pneus estourados na F1 está encerrado.

- Publlcidade -spot_img

Comentários

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
- PUBLICIDADE -

últimas da f1