terça-feira, 28 de maio de 2024

Vale a pena comprar um Onix Joy usado? Veja vídeo

Por ser um modelo consagrado no mercado e com boa revenda já existe um bom motivo para pelo menos você fazer um test-drive no carro. Se você procura um carro urbano com um mínimo conforto, ele pode ser sua boa opção.
Conforto
Desempenho
Consumo
Segurança
Preço
Design
Revenda
Manutenção

Vale a pena comprar um Onix Joy usado? Veja vídeo

A versão consagrada do Onix com alguns itens opcionais é uma boa opção de usado, mas falta conforto.

Carro desta avaliação: Joy 1.0 Black 2021

Quando a Chevrolet lançou a primeira mudança visual do Onix, em 2016, resolveu manter em linha a antiga versão que foi chamada de “Joy”. Durou até o ano passado como uma boa opção de carro de entrada da marca e nos últimos anos era chamado apenas de “Joy”, sem o nome Onix acompanhando, semelhante ao que a Chevrolet fez com o Corsa Sedan, que virou “Classic” com o tempo.

Neste review avalio um Joy Black 2021. Esse modelo tem o visual da segunda geração do Onix e tem acabamentos na cor preta e traz a luz diurna em LED.

Chevrolet Joy Black avaliado por Turboway (foto: Diego Tribst/ Turboway)

Itens “a mais”

O Joy é um carro 1.0 com câmbio manual e acabamento simples. Essa versão black traz itens que não são diferenciais que cheguem ao ponto de destaque: chave canivete, bancos de tecido com faixas em couro sintético, painel digital com fundo laranja, vidros elétricos só na frente.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Há um ajuste de altura do banco, mas muito limitado. No interior o painel tem alguns detalhes em black piano. Não há central multimídia mylink nesta versão. Também não há controle do rádio no volante do veículo, que é um volante simples. De pegada boa, mas simples. O carro também não tem pegador de teto para os passageiros.

Por dentro alguns detalhes em preto, mas nem central multimídia opcional o carro tem (foto: Diego Tribst/ Turboway)

Espaço interno

O espaço interno é generoso, como em toda a família Onix. Atrás eu, que tenho mais de 1m80, viajaria com conforto mesmo com o banco da frente ajustado para a minha própria altura.

O porta malas tem 289 litros de capacidade e abre com um botão no interior ou na chave e há um bom espaço interno. Porém, não há acabamento de tapeçaria e a lataria é visível. Aí vem a pergunta: é tão caro assim fazer um acabamento melhor em um carro que é vendido como uma “série black”?

Motor

Sobre o motor, o Joy é 1.0 com o velho (e bom) motor GM Família I que rende até 80cv no etanol. É um motor de 4 cilindros que está há anos na Chevrolet, mas que resolve bem, principalmente quando exigido em ultrapassagens: fiz uma viagem pela Estrada dos Romeiros, no interior de São Paulo, e em nenhum momento fiquei na mão. Quando exigida a ultrapassagem, ele respondeu bem e passou muita segurança.

O carro é tranquilo e macio para se guiar na cidade. O câmbio tem 6 marchas e os engates são bem macios, mais macios do que os câmbios da Volkswagen, por exemplo

O antigo 1.0 da GM opera em alta rotação e tem torque baixo, o que torna o carro ideal para rodar na cidade quando o assunto é economia. Só não é mais ideal porque a suspensão é um pouco barulhenta quando encontra obstáculos: em uma rua com paralelepípedos ou asfalto irregular se prepare para a batida seca.

Consagrado, mas…

O carro não é dos mais bonitos, mas a linha Onix já é consagrada no mercado. O motor é bom, mas o carro peca muito pela barulheira que vem da suspensão quando passa por obstáculos.

Também peca por ser de uma série chamada “black”, que remete à algo mais especial, e não ter itens simples como o pegador de teto para os passageiros. Soa como uma economia desnecessária em um carro que era vendido por mais de R$ 50 mil no lançamento.

- CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE -

Atualmente (abril de 2022) o Onix Joy 2021 pode ser comprado por R$ 61 mil, de acordo com a tabela Fipe.

Vale a pena comprar o Joy?

Nossa opinião: se vale a pena comprar um Joy? Por ser um modelo consagrado no mercado e com boa revenda já existe um bom motivo para pelo menos você fazer um test-drive no carro.

Se você procura um carro urbano com um mínimo conforto, ele pode ser sua boa opção. Mas se o objetivo for um carro para passar muito tempo dentro, vai gerar algum incômodo. Apesar disso, o Joy é um carro muito usado por motoristas de aplicativo, principalmente por sua economia.

O Joy foi colocado no mercado pela Chevrolet para concorrer com o Ford Ka e com o Fiat Mobi. Contra o primeiro ele perde no conforto e contra o segundo ele ganha em quase todos os quesitos, principalmente no conforto de quem viaja atrás.

- PUBLICIDADE -

Comentários dos visitantes

Subscribe
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Veja outros reviews

- PUBLICIDADE -

Outros Reviews

Últimas no Turboway

Por ser um modelo consagrado no mercado e com boa revenda já existe um bom motivo para pelo menos você fazer um test-drive no carro. Se você procura um carro urbano com um mínimo conforto, ele pode ser sua boa opção.Vale a pena comprar um Onix Joy usado? Veja vídeo